terça-feira, 29 de novembro de 2016

RETIRADA PARA O BRASIL II


Finalmente o vento rondou e possibilitou que a 29 de Novembro de 1807, a armada com a família real, corte e acompanhantes, conseguisse suspender e saísse pela barra do Tejo rumo ao Brasil.
Os franceses ainda conseguiram avistar a armada mas não puderam fazer nada.
A armada foi escoltado por uma esquadra britânica.
Napoleão considerou que o seu objectivo de controlar as casas reais da Europa continental tinha falhado rotundamente no caso português.

OCEANOS


Foi OCeano de pouca duração. Nasceu em 29 de Novembro de 1943, o Rodrigues Mauricio, tendo falecido, ainda relativamente novo,  em 21 de Novembro de 1994.
Recordo o Mauricio passear-se numa Citroen "arrastadeira" na altura já um modelo clássico. Era um dos frequentadores do famoso café Vavá no cruzamento da Av. Roma com a Av.dos EUA.

domingo, 27 de novembro de 2016

RETIRADA PARA O BRASIL

(O futuro D. João VI prepara-se para embarcar)

A 27 de Novembro de 1807, embarca na armada fundeada no Tejo, a família real para uma retirada estratégica para o Brasil, perante a invasão francêsa. Com a família real embarca toda a corte, a Academia de Guarda-Marinhas com toda a sua documentação, é mais pessoal  num total aproximado de 15000 pessoas. Com certeza que está retirada já estava a ser preparada há algum tempo para que tanta gente e material pudesse ter sido embarcado.
Iam a Rainha D. Maria I, o Infante D. Pedro e o Príncipe Regente D. João. À noite é passada com a armada fundeada no Tejo.