sábado, 5 de março de 2016

Exposição de pintura do OCeano JNB

Conforme aqui publicitado em 26 de Fevereiro findo, foi hoje inaugurada a exposição de pintura do OCeano JNB no restaurante Casa do Largo, no Largo da Assunção (junto à Igreja) em Cascais.
"Água Aberta ... " não poderia deixar de estar presente e até contratou fotógrafo (que lá se safou como pode) para o efeito.
A exposição irá ali permanecer durante cerca de um mês e vale muito a pena ser vista, dada a qualidade técnica e artística patenteadas.
Aqui fica uma amostra das obras apresentadas, cujas cores, quando não representadoras fiéis dos originais, são da responsabilidade do fotógrafo.
"Água Aberta ... " incentiva a actividade criativa do artista e deseja-lhe, passe a publicidade, ...muitas vendas. 













GUERRA FRIA


Foi a 5 de Março de 1946, que Winston Churchill utilizou pela primeira vez a designação "Cortina de Ferro" para referir a área europeia sob domínio soviético. Foi num discurso feiti por WC na Universidade de Westminter em Fulton, estado do Missouri. EUA.

sexta-feira, 4 de março de 2016

INFANTE D. HENRIQUE

(Modelo do edifício da Alfândega do Porto, séc XIV, onde nasceu o Infante D. Henrique)

A 4 de Março de 1394, nasce na cidade do Porto o Infante D. Henrique.

terça-feira, 1 de março de 2016

RIO DE JANEIRO

(Fortaleza de S. João onde foram lançadas as fundações do Rio de Janeiro em 1565)

A 1 de Março de 1565, Estácio de Sá acompanhado de D. António de Mariz desembarca num istmo da Baía de Guanabara, entre os morros Cara de Cão e Pão de Açúcar e aí cria as fundações da cidade de S. Sebastião do Rio de Janeiro, mais tarde denominada de Rio de Janeiro ou mais simplesmente de Rio. Quem teve a sorte de demandar por mar este porto percebe a razão de ser conhecida como "Cidade Maravilhosa".

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

O poder naval no século XXI


O mar é o ponto fulcral de uma magnífica intervenção do OCeano JPN no âmbito de um Seminário alusivo ao "Poder Militar", levado a efeito no Instituto Universitário Militar (Ex-IESM), em Lisboa, ao Restelo, no passado dia 26 FEV.

"São já famosos e conhecidos os atributos do mar: mar - enquanto fonte de recursos, mar – enquanto meio de transporte, mar – enquanto fator de poder e domínio e, hoje, também, segundo Geoffrey Till, mar- enquanto objeto ambiental – no fundo, em resumo, mar - enquanto contributo para o desenvolvimento em segurança da humanidade, dos países e das sociedades."

Para terem acesso a mais esta intervenção do JPN, já publicada no Jornal de Defesa e Relações Internacionais, devem seguir esta ligação.