sábado, 6 de junho de 2015

REGATA LISBOA - BERMUDAS

(A Sagres com o Gorch Fock e o Elcano em fundo, em 1964)

Continuando com a descrição do OCeano Simões Teles:
Segundo dia da regata, 6 de Junho de 1964. " ... foi dispendido em pequenos bordos, sempre procurando ganhar o S e ansiando pelo almejado vento N, que os comunicados metereológicos nos prometiam e que nos empurrasse de vez para os trópicos. O dia esteve cinzento e da parte de manhã houve nevoeiro. Cerca do meio-dia cruzamo-nos com o veleiro dinamarquês.
  Na coberta a excitação cresce.
- Onde está o Alemão?
- Junto à costa haverá mais vento?
- Mas espera-se vento do largo!
- E o Radich? E o Espanhol? Este bolina mais que nós, pois tem pano latino!
O besouro tocava e a bordada de mastros corria para os "braços, ostagas, e adriças". Era mais uma viragem por d'avante. À noite estávamos todos estafados."

Toda a guarnição encarava o veleiro alemão como "o nosso rival". Era baseado nos mesmos planos, mas 20 anos mais novo, e com alterações que o tornavam melhor veleiro, principalmente com ventos fracos.

EFEMÉRIDES NAVAIS


6 de Junho de 1944, "Dia D", início da maior operação de desembarque da história. Cerca de 100 000 homens das forças aliadas desembarcam na Normandia.

sexta-feira, 5 de junho de 2015

REGATA LISBOA - BERMUDAS

(A largada da Sagres em 1964)

Foi a 5de Junho de 1964 (6ª feira) que teve início a regata Lisboa-Bermudas. O OCeano então Cadete Simões Teles publicou um relato da regata na revista "Tridente", de Março de 1965. Com a sua prévia autorização vou transcrever partes do relato que conforme  o autor "pretendo tentar dar uma ideia, ainda que pálida, da vida, que a bordo viveram os Cadetes do "Curso Oliveira e Carmo", das sua alegrias, das suas tristezas, das suas esperanças, das suas desilusões" .
"As 10,00 do dia 5 de junho, 64, 6ª feira a Sagres levantou ferro do QNG. Com uma brisa de SW sussurrando a mastreação, rumou a barra fora. Ao largo de Cascais aproou-se a N e caçaram-se as primeiras velas. O vento tinha rondado para S".
A linha de largada foi delineada pelo alinhamento E-W entre o Cabo Raso e o aviso Bartolomeu Dias, no sentido Sul-Norte portanto com o vento pela alheta de BB. O percurso implicava passar pelas Canárias.
Pelas 13,30 foi dado o tiro de largada, tendo a Sagres sido o 1º navio a passar pela linha de largada, não sem antes termos sido saudados pelos cadetes embarcados no S.Jorge.
Largamos o mais a barlavento a "50 metros do Bartolomeu Dias. Atrás de nós o Dannemark a sotavento e depois o Elcano a barlavento...
Encostaram-se as vergas a mais não poder, caçaram-se bem todos os latinos. Dispuseram-se as vergas em leque. Navegamos à trinca o mais orçados possível;o vento era SSw e o rumo 290.
Uma desilusão surge. O veleiro alemão, Gorch Fock, o mais temível adversário vem na nossa esteira, mais orçado e veloz. Passa-nos por Barlavento".
Entretanto no final da tarde o vento refresca e o Gorch Fokc perde algum terreno. Este veleiro foi construído com os mesmos planos da Sagres, mas 20 anos mais tarde, com pequenas alterações que o permitiam orçar mais. Durante a noite não temos nenhum veleiro em companhia. Assim se passou o 1º dia da regata com a convicção de estarmos em 2º lugar. Posteriormente em conversa com o Sr. Alm. Silva Horta, este afirmou-me que sempre tivera dúvidas se não foi por deferência que o veleiro alemão não se esmerou em tentar largar em 1º lugar.

quinta-feira, 4 de junho de 2015

REGATA LISBOA - BERMUDA


A 4 de Junho com os Oceanos embarcados a "Sagres" largou da Doca da Marinha e foi fundear no Quadro Naval de Guerra (QNG). Creio que já não houve licenças à tarde para a guarnição. A  ansiedade é grande para nós que vamos fazer a primeira "Transatlântica" rumo ao Novo Mundo.

OCEANOS


Foi a 4 de Junho de 1944 que nasceu aquele que veio a ser o OCeano Luís Silva Nunes. Um grande abraço de parabéns e que repitas por muitos anos esta data.

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Manel Pinto Machado

Tivemos hoje a excelente notícia de que o nosso OCeano querido amigo e camarada M Pinto Machado está a apresentar melhoras.
Continua no entanto internado, no hospital da CUF Infante de Santo, ainda com visitas reservadas.
Fazemos votos de que o ritmo destas melhoras seja definitivo e evolua o mais rápido possível no sentido positivo.
Aqui fica um grande abraço do Curso para ele.

EFEMÉRIDES NAVAIS


Em 3 de Junho de 1189, foi tomada a povoação de Alvor com o apoio de uma esquadra de Cruzados.

terça-feira, 2 de junho de 2015

EFEMÉRIDES NAVAIS


Em 2 de Junho de 1866, foi publicado o decreto real criando o posto de Contra-Almirante em substituição dos postos de Chefe de Esquadra e Chefe de Divisão que foram extintos.

segunda-feira, 1 de junho de 2015

OCEANOS

No dia 1 de Junho de 1964 realizaram-se as regatas de vela, na classe "Snipe", entre os Cadetes de todos navios escolas. A tripulação portuguêsa constituída pelos OCeanos Simões Lopes (leme) e Nuno Mergulhão (proa) ficou em 2º lugar atrás dos guardas-marinha italianos, um deles era o proa do Com.Straulino, famoso velejador da classe "Star" e que era o comandante do "Corsaro II",o representante da marinha italiana para a regata Lisboa-Bermuda.

EFEMÉRIDES NAVAIS

(O Infante prestando juramento na EN)

Em 1 de Junho de 1904 assentou praça no Corpo de Alunos da Armada o Infante D. Manuel.

domingo, 31 de maio de 2015

Sagres a todo o pano


Relativamente à bela imagem da Sagres colocada neste blogue em 26Mai p.p. (ver aqui) foi recebido do CALM João Cancela o seguinte comentário:

"Alastrativamente, permito-me dar uma modesta contribuição para enriquecer a foto da Nossa Sagres, "a todo o pano", que incluiram recentemente no vosso blog.
Com efeito, esta foto foi tirada no Dia da Marinha em Ílhavo, salvo erro em 2003 e tem uma particularidade RARA e muito especial. Foi tirada na saída da Barra de Aveiro, em frente ao farolim interior, e entre molhes, julgo que com uma velocidade relativa ao fundo de 14 nós. Nunca se tinha feito nada assim, mas o então Comandante, CFR Rocha Carrilho, hoje Vice-almirante SSP, teve saber, arte e t...s para o fazer.
Era eu, na altura, CEM do Comando Naval e assisti a este espetáculo inédito em directo. Sobre o meu ombro direito, repousavam as mãos de um dos últimos Comandantes do Lugre Creoula que, com os olhos marejados de lágrimas, comentava. Eu, em muitos anos de prática nesta barra, nunca vi nada assim, nunca vi ninguém fazer isto! E ele sabe muito bem o que vai a fazer! É um feito extraordinário!
E foi!
Conheci alguns Comandantes da Sagres que respeito e admiro, excelentes Marinheiros, mas como o Carrilho não conheci mais nehum. Julgo que, num atropelo às mais elementares regras da natureza, aprendeu primeiro a andar à vela, depois a falar e, finalmente, a andar.
Simplesmente BZ!"

OCeanos


A 31 de Maio de 1942, nascia aquele que mais tarde se tornou no OCeano António Gomes de Azevedo.
Um grande Abraço de parabéns e que se repita por muitos anos.