sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

CAP. TEN. Carlos Alberto Monsanto Coelho de Campos


A notícia chegou-nos lacónica, fria, triste e dolorosa: o Carlos Coelho de Campos faleceu hoje na Suiça, devido a uma paragem Cardio-Respiratória , poucos dias depois de ter completado 71 anos de idade.
Vai ser cremado em local anexo ao Hospital onde faleceu e as cinzas virão oportunamente para Portugal.
Tinha ingressado na Escola Naval em 1961 e, após a conclusão do seu curso de Marinha, embarcou no navio-petroleiro São Gabriel. Especializou-se depois em Electrotecnia, embarcando na fragata Álvares Cabral que cumpriu uma comissão em Angola e Moçambique. Em finais de 1970 ingressou na Esquadrilha de Submarinos, vindo posteriormente a representar a Marinha no acompanhamento da construção das primeiras baterias para os nossos submarinos, mas em 1978 passou à Reserva.
Iniciou então uma diversificada carreira empresarial que o levou ao Grupo Tudor, ao Grupo RAR e à Centrel Comercial, entre outras empresas. Em 1991 fundou o Grupo ParaRede de que foi Presidente ate 2001. Após dez anos de presidência deste Grupo decidiu aceitar novos desafios empresariais.
Prematuramente, o Carlos deixou-nos. Era um homem generoso, inteligente, íntegro e alegre ou, simplesmente, era um bom Camarada e um grande Amigo. À sua Família, especialmente a sua Mulher Clara Pracana,  aos seus Filhos Ana e João e ao seu Irmão, o nosso camarada Comandante António Júlio Monsanto de Campos,  o Água aberta… no OCeano apresenta as suas condolências.


Infausta Notícia

Soube, agora, que faleceu o Oceano Carlos Coelho de Campos.
Paz à sua alma!