sábado, 12 de maio de 2012

O planeta Terra

Aqui está ele na máxima pujança. Imagem obtida (uma única fotografia e não por sobreposição de várias fotografias) pelo satélite meteorológico russo Electro-L a 36 000 quilómetros de altitude e considerada a melhor de sempre do nosso planeta. Para mais detalhes podem ir aqui e aqui  (este último "sítio" tem algumas  fotos e filmes de alto nível). Podem ainda ampliar um pouco a imagem "clicando" sobre ela.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Stª Engrácia, outra vez!!!


Parece que é mesmo verdade ... Stª Engrácia desceu à Praça do Comércio/Terreiro do Paço. Podem dizer-me, por favor, há quantos anos esta desgraçada Praça anda em bolandas? Eu já me esqueci de a ver direitinha e sem obras.

Nota: Para ampliar, "clicar" nas imagens.

Em aditamento, junto uma foto do Allen em que ele captou, com precisão, a altura em que eu tentava explicar ao Manel o estado do Terreiro do Paço ... face à clareza da exposição estranho a impassibilidade do meu interlocutor.


quinta-feira, 10 de maio de 2012

Mais Fotos
















quarta-feira, 9 de maio de 2012

Conferências na Fundação Calouste Gulbenkian


Divulgo, conforme solicitado:
Realiza-se, no dia 16 de Maio, à 18:00 horas, no auditório 2 da Fundação Calouste Gulbenkian, a conferência “Como rodopia um pião, e porquê”, proferida pelo Prof. Doutor Eduardo Marques de Sá, Universidade de Coimbra.
Poderá ter acesso a todas as informações relativas ao ciclo de conferências no sítio http://www.gulbenkian.pt/matematica2012 e assistir em directo através do sítio www.livestream.com/fcglive.
Próximas conferências:
6 Junho 2012 | 18h00
A Teoria do Caos: de Homer Simpson ao futuro do Planeta
M. Paula Serra de Oliveira, Universidade de Coimbra
24 Outubro 2012 | 18h00
A linguagem secreta do Universo
José Natário, Universidade Técnica de Lisboa
14 Novembro 2012 | 18h00
Trigamia intelectual: Poincaré, Hamilton e Perelman
André Neves, Imperial College
12 Dezembro 2012 | 18h00
A Matemática, o Universo e tudo o resto
Jorge Buescu Universidade de Lisboa

terça-feira, 8 de maio de 2012

Almoço OC (08Mai12)





Nota: Para ampliar, "clicar" nas imagens.

domingo, 6 de maio de 2012

Os usurários

A crise que estamos a viver tem as suas raízes mais profundas na usura, o crédito com juros que, nas formas mais modernas e sofisticadas, levaram os povos e os governos a ficarem reféns dos banqueiros. Durante séculos a igreja condenou esta prática porque, segundo a lei de Deus, o nosso pão deve ser ganho com o suor do nosso rosto. No Inferno de Dante os usurários vão para o terceiro poço do sétimo circulo com os sodomitas e os blasfemos, cujos pecados são contra natura. Não admira, assim, que os banqueiros, para ganhar os favores da Igreja, se tenham tornado generosos patronos da igreja, com donativos de toda a ordem incluindo obras de arte. Banqueiros e usurários foram também objecto de muitos quadros no apogeu da Renascença, quando arte e os negócios andavam de mão dada (como agora?). O quadro aqui reproduzido, do pintor russo Paladin Aleksey, intitulado "Os usurários", é um bom exemplo. Pelos vistos foi copiado de outro de Marinus van Reymerswele, de 1540.