quinta-feira, 1 de setembro de 2011

O país assimétrico


Foi em entrevista ao "El País" que o nosso primeiro reconheceu que Portugal tem uma grande assimetria fiscal taxando os rendimentos do trabalho ao dobro dos rendimentos do capital. Reconhece também a assimetria na distribuição de receitas onde temos um dos índices mais altos de desigualdade expressando a necessidade de aplicar políticas que "permitam uma redistribuição de rendimentos mais equitativa". Há, quanto a mim, uma outra assimetria e bem chocante: é a notória diferença com que trata a classe média ( baixa, média e alta) premiando-a com impostos cada vez mais altos e a delicadeza/reverência com que se refere aos poderosos do capital e às grandes fortunas que passam incólumes pela actual crise.
Não é só o país ... parece-me bem que a crise também é assimétrica!

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Silly Season?

Costumo ir de férias para o Algarve ("férias" significa alteração do local onde continuo a nada fazer), mais exactamente em Monte-Gordo. Costumo também ir pela manhã passear na praia com os meus Labradores. Há dias, pelas 0730, quando saí de casa fui surpreendido por um aparatoso dispositivo policial que cercava o quarteirão adjacente ao meu. Diversas viaturas SUV da GNR, elementos do CI armados de PM's HK, com as balaclavas a cobrirem-lhes o rosto impediam o acesso ou saída das ruas. No mínimo uma perigosa quadrilha, no máximo terroristas islâmicos, pensei eu. Segui para a praia e quando voltei, duas horas depois, o dispositivo continuava, reforçado por viaturas civis com ar de PJ e por um carro celular para onde na altura era conduzido um homem algemado. Deve ser um dos elementos da quadrilha pensei eu.

À hora do almoço conversei com o dono do café local e perguntei-lhe se era uma quadrilha. Não disse ele, era só aquele homem. Mas devia ser perigoso, contrapus eu. Não, disse ele, era só o filho da ..... que andava na droga e roubou umas coisas a um vizinho. E o dispositivo, a parafrenália toda pensei eu. Ocorreu-me aquela expressão portuguesa, "Sete macacos para matar uma aranha".

Ao fim da tarde voltei ao café e disse-me o dono: Aquele que a polícia veio buscar é o que está ali na esplanada a beber umas cervejas.

Santo País este!

Consulados em greve

Os consulados de Portugal estão em greve, em vários países, e, estranhamente, não há uma única notícia na comunicação social. Como é sabido, os funcionários consulares assalariados locais, ou seja, emigrantes portugueses que trabalham para Portugal, são miseravelmente pagos, não têm promoções ou actualizações salariais, nem beneficios sociais. Têm, em geral, que aturar consules incompetentes e ignorantes, diplomatas frustrados por não estarem em postos de croquete. Entraram em greve, ficando sem vencimento, e de Lisboa têm o silêncio do costume. Saberá o Paulinho disto, ou os reposteiros das Necessidades já o abafaram?

terça-feira, 30 de agosto de 2011

bloguidani: O 1º dia de aulas no Colégio Santo Inácio

bloguidani: O 1º dia de aulas no Colégio Santo Inácio: Finalmente sossego .... Sabe tão bem! Hoje foi o primeiro dia de Colégio e por isso o dia começou bem cedo. Despertar para mim e para o Pedr...

domingo, 28 de agosto de 2011

Afinal era Verdade



A terrível dúvida que nos atormentava desde o magnífico verão de 64, desvanece-se agora perante iniludíveis provas fotográficas captadas por um astrónomo amador. Afinal era verdade!