quarta-feira, 15 de setembro de 2010

RAF

Estou no Reino Unido, onde se comemoram os 70 anos da Batalha de Inglaterra. Para nosso espanto, o que esta em discussao nao e a historia passada da RAF, mas sim o seu futuro. No frenesim dos cortes orcamentais, que vao dar mais uma grande machadada nas forcas armadas, ha quem advogue a extincao da RAF, fazendo a sua fusao no exercito e na marinha! Curiosamente quem diz isto nao sao jovens politicos, tipo boy portugues, mas sim oficiais superiores das armas rivais. Sao extremistas que fazem os titulos dos jornais, mas que nao fazem vencimento. Ha um papel para a RAF que, ao que parece vai ser reduzida, os seus meios adaptados as missoes actuais e, como sempre, reorganizada para que a razao custo-eficacia seja melhor. Isto se os cortes a anunciar um destes dias nao obrigar a abortar missoes em curso...
Espero que este meu post nao seja lido por nenhum dos rapazinhos do MDN, senao a FAP entra em sarilhos.
P.S. Este texto nao esta escrito segundo o acordo ortografico. Simplesmente, esta maquina nao tem acentos. Bye.

Quem fala assim ... não é gago!!!


Foi com surpresa, mas com satisfação, que ouvi e li as palavras do bispo D. Carlos Azevedo, presidente da Comissão Episcopal de Pastoral Social, quando ontem, por ocasião da abertura da Semana de Pastoral Social católica, disse que o actual modelo económico de desenvolvimento é “injusto, indecente, desigual, desproporcionado e agrava a pobreza e a exclusão social”.
Talvez que parte dos nossos políticos, que se reclamam de valores sociais cristãos mas que se limitam a perseguir finalidades tecnocráticas e economicistas e a adorar o "bezerro d'ouro", tenham em atenção as posições deste alto representante da Igreja; e que alguns católicos (e não serão tão poucos como isso) aprendam que não basta ir à missa aos domingos para ganhar um lugar no céu.

Nota: Para ler um artigo do "Público" sobre esta matéria basta "clicar" aqui.

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Colóquio

Vai realizar-se no próximo dia 24 no ISCTE um colóquio subordinado ao tema “Militares e Sociedade, Marinha e Politica”.

A entrada é livre e todos podem participar.

Os interessados podem consultar o programa aqui.

Cartaz

Desdobráveis

















segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Estórias da nossa vida

Portugal desce no índice global de competitividade.
O “World Economic Forum” divulgou em 09 de Setembro o “Global Competitiveness Report 2010-2011”, apresentando Portugal em 46º.lugar a nível global e em 18º.lugar na UE a 27.
Portugal baixou 3 lugares no índice global, em relação a 2009.

“Centre for Global Competitiveness and Performance”: