sexta-feira, 29 de maio de 2009

Notícias de Lagutrop

                           (Foto obtida em www.lighthousesrus.org/Europe/Portugal.htm)

Recebi nesta data do farol da Ponta do Altar (dele mesmo) uma piscadela com o seguinte teor:
Li no DN de hoje um artigo com este título:
"O secretário-geral do Sistema de Segurança Interna, Mário Mendes, admitiu ao DN recorrer às Forças Armadas para vigiar a costa portuguesa e garantir a segurança das fronteiras marítimas, devido às avarias no equipamento da GNR."
Eu não te disse que havia de me vingar de me terem posto ao lado esta enorme torre que me faz sentir um anão?
Não lhe respondi. Regra geral, não respondo a provocações. E também confesso que não me interessa nada ter a GNR às... costas.

O Caso BPN

"Antevisão da evolução do Processo BPN
Conhecendo nós como actuam jornalistas, políticos, magistrados e investigadores é possível fazer uma antevisão do que vai suceder nos próximos tempos em torno do Processo BPN, basta ver o que tem sucedido com outros processos que envolvem ou em que se pretende envolver personalidades políticas.

Não me surpreenderia se o Presidente da República viesse de novo a público dizer que nada o levou a mudar de opinião em relação a Dias Loureiro, corremos um sério risco de ver Cavaco Silva a fazer juras pela inocência de Dias Loureiro enquanto em imagens de fundo vemos o conselheiro de Estado a ser algemado, recordando-nos o antigo ministro da informação de Sadam.

Se Cavaco voltar a afirmar a inocência de Dias Loureiro é muito provável que o senhor Palma dê uma conferência de imprensa a denunciar pressões sobre os investigadores, ainda por cima vindas do mais alto magistrado da Nação. A própria Manuela Ferreira Leite aproveitará a oportunidade para mais uma vez denunciar a má qualidade da democracia e o ambiente de medo pois quem vai ter coragem de investigar um suspeito se o mais alto magistrado desrespeita a separação de poderes para decidir quem é inocente e quem é culpado?

O SOL vai divulgar uma colectânea de DVDs com gravações das reuniões entre os mais altos responsáveis do BPN incluindo imagens chocantes dos administradores a fazer nudismo nas praias da Costa Rica, país onde foram para comprarem uma empresa fantasma por muitos milhões. O divertimento foi tanto que até um administrador não reparou bem no que assinava, a distração foi tanta que nem se recordava de ter feito o negócio. Os DVDs chegam ao jornal graças à gentileza de um grande accionista da SLN, que até é patrão de Marques Mendes e um dos donos do SOL, um jornal que apesar do jornalismo de investigação da Felícia não tem a felicidade de deixar de dar prejuízos.

A Manuela Moura Guedes vai dedicar várias sextas-feiras aos resultados do se jornalismo de investigação, depois de receber os vídeos que o SOL divulgou conviudará os artistas das telenovelas para produzir notícias segundo o mesmo modelo televisivo da “ficção nacional" da TVI, teremos a oportunidade de ver Dias Loureiro nas praias da Costa Rica mas com “as partes” devidamente desfocadas não vão as portuguesas ficar desiludidas. Ao longo de semanas vai entrevistar as personalidades envolvidas e far-lhes-á apenas uma pergunta de dedo esticado, os olhos esbugalhados e a boca a ocupar um terço do ecrã: “Eu sei que você é culpado, é culpado não é?”. Se algum dos culpados protestar a sua inocência leva logo ali a acusação, o despacho de pronúncia e a sentença já com o trânsito em julgado e se algum persistir em defender-se sujeita-se a ouvir uma intervenção do chefe de família Moniz em prime time a assegurar que a conjugue jornalista da conjugue só disse o que tinha apurado depois de uma semana de investigações.

O Procurador será chamado a Belém uns dias depois de o senhor Palma ter lá ido dar conta da evolução do processo, coisas que sabia graças às dicas que vai recebendo dos sócios investigadores. Pinto Monteiro vai apreciar o chá de Belém e sempre vai ouvindo umas anedotas novas de Cavaco Silva, estilo piadas de gasolineiro de Boliqueime. Com alguma sorte o presidente lhe mostrará o famoso bolso do casaco onde guarda os dados e as suas opiniões sobre os maiores problemas do país.

Só não consigo antever o que vai fazer José Manuel Fernandes, depois de meses a dedicar o jornal Público às alcofas de José Sócrates deixou de o fazer nos seus editoriais, só Deus sabe quais serão os interesses de Belmiro de Azevedo nos negócios da SLN, tanto quanto se sabe não quer comprar o BPN, nem ao preço da uva mijona, nem a SLN tem interesses na grande distribuição, nos contraplacados ou nas telecomunicações. É evidente que se a CGD cobrisse os prejuízos do BPN e propusesse a sua venda por um euro a Belmiro de Azevedo este dispor-se-ia a fazer o sacrifício em nome do país."
Do Blog "O Jumento"

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Cadilhe


Dez milhões em seis meses. Podia ajudar a pagar um periscópio de submarino, ou ajudar os estaleiros de Viana que só precisam de sessenta milhões!

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Aniversário do "Pilão"

Comemora-se hoje o 98º aniversário desta instituição, que tantos jovens formou (e bem), muitos deles Marinheiros.
Nem sempre foram fáceis os anos que passaram, nomeadamente os últimos em que tem travado uma luta muito difícil pela própria sobrevivência.
Sem esta "casa tão bela e tão ridente", como reza o seu hino, muitos daqueles jovens não teriam tido possibilidades de estudar para além da instrução primária. Pelo menos no meu tempo era assim.
Que possa continuar a comemorar este dia por muitas e muitas décadas, norteada pelo seu lema de "Querer é Poder" são os meus votos.
Aqui ficam duas fotos: uma, da Secção onde dormiamos e comiamos; outra, do desfile que, garbosos como sempre, fizeram ontem de manhã na Baixa.
Pilões Navais, acompanhem-me num SALVÉ! SALVÉ! SALVÉ!



domingo, 24 de maio de 2009

Notícias de Lagutrop





Pronto! Desta é que foi! Lá se foi o verniz às malvas, mesmo sem acetona. E percebi, de uma vez por todas, que bastonário e bastonadas têm a mesma etimologia. Lamento apenas que o dicionário que consultei, o inefável Morais, registe, pouco patrioticamente, no verbete bastonada: "Castigo ordinário entre os Turcos, que as dão na sola dos pés." Por essas e por outras é que a Turquia anseia por entrar na UE. O tempora! O mores!