sábado, 3 de maio de 2008

MAYOR



Até pouco tempo , relativo , atrás , era nomeado pela Raínha.

Quiseram eleiçoes , como querem agora em Sark , para porem lá Ken Livingstone , " Red Ken" , que andava em verdadeiro delírio.
Hoje houve eleições outra vez , terminado o segundo reinado de Ken , e o Red man foi apeado.
E , com ele , mais 330 trabalhistas.

Volta Tony , as soon as possible!!!!
O Lord Mayor era dos cargos mais prestigiados do mundo.
Hoje é como todos os outros , incluindo a Marmeleira

A 4ª Esquadra


Notícia recente dá conta que os Estados Unidos vão reactivar a 4ªEsquadra, desactivada desde os anos 1950's, para actuar nas Caraíbas e América do Sul. Fica com a base em Mayport,Fla. e inicia a actividade a 1 de Julho. Pelos vistos o crescimento do Brasil, a belicosidade da Venezuela e o narcotráfico estão a pesar na estratégia dos EUA. Entretanto, como os países da NATO se recusaram a aumentar os efectivos no Afeganistão, lá vão avançar mais soldados americanos, que irão chegar aos 40.000 nesse país.

sexta-feira, 2 de maio de 2008

Lanchas no Cuando

Continuando com as memórias das Terras do Fim do Mundo:

"Caro Camarada,

Junto seguem mais 3 imagens das lanchas do Cuando. Encontrei também outras sobre visitas de VIPs às lanchas. Não sei se interessarão.

Cumprimentos,

Raul Sousa Machado "


Chicove_Base



Chicove_Pessoal

Chicove_Arriba

(Para ampliar, "clicar" nas imagens)

Isto é eficiência!

Depois de as promessas de há um ano não terem sido cumpridas e nada ter sido feito para recuperar os apoios de praia do paredão de Cascais, a denúncia da situação, aqui no "Água aberta ... ", teve efeitos quase imediatos. Começaram os trabalhos de recuperação? Não! Recuperaram mas foi os cartazes que agora se apresentam limpinhos e prontos para mais um aninho a re-anunciar promessas ... ora a isto chama-se eficiência! É ou não é?


(Para ampliar, "clicar" nas imagens)

quinta-feira, 1 de maio de 2008

DSP-DIPLOMACIA

Dizem-me que em Setembro vai haver um regular movimento diplomático , prevendo-se:
Bramão Ramos- Bruxelas
João Salgueiro Brasília
Seixas da Costa Paris
Moraes Cabral New York
Mendonça Moura Madrid
Fernando Neves Roma
M.M. Carilho UNESCO
Ramos Pinto Pretória e
M. Lobo Antunes REPER (Bruxelas)

Ora se assim fôr há uma mexida num membro do Governo , no MNE.

Ficará a remodelação por aqui?

Lanchas no Leste de Angola (IV)

"Correio" do Leste de Angola:

"Caro Camarada,

Após pedido do Comte Fuzeta da Ponte, aqui vai uma imagem ampliada dos dois oficiais que aparecem nas fotos do transporte da LDP. A imagem foi digitalizada à máxima resolução que possuo no momento (2400 DPI) e ampliada para um tamanho aceitável. Pode ser que alguém ainda se lembre destes rostos.

Cumprimentos,

Raul Sousa Machado"

(Para ampliar, "clicar" na imagem)

quarta-feira, 30 de abril de 2008

O HOSPITAL DA MARINHA É NOSSO?

Já aqui referi isto , mas tudo continua na mesma.


A não ser que eu seja zarolho!

Alguém , e não recorrendo a listas internas como o Jota nos deu dessa vez , me poderá dizer o numero de telefone do Hospital de Marinha?

Comecem por procurar em Hospital. Nada

Em Marinha. Nada

Em Estado Maior da Armada. Nada

É mesmo de quem não quer ser usado

Lanchas no Leste de Angola (III)

Mais "correio" do Leste de Angola (ver esta "onda"):

"Caros Camaradas do Curso Oliveira e Carmo,

Como visita regular do vosso Blog tenho lido o que se tem escrito sobre as Lanchas de Desembarque que foram para o Leste de Angola.
Posso dar mais alguns elementos, como antigo Cte da LDG “Aríete” (FEV 67/FEV 69):

- A LDP 105 foi embarcada, 17 de Julho de 1968 na “Aríete” que, para o efeito, atracou ao cais comercial de Luanda, tendo nessa altura também embarcado a plataforma WHITE, onde seria transportada por terra, e o respectivo tractor, material da Região Militar de Angola (RMA). À tarde, nas INIC, embarcou-se um UNIMOG e um Auto-tanque e, ainda, o Agrupamento de Apoio e Transporte (AAT) constituído por pessoal de Marinha, do Exército e das Oficinas Navais, sob o comando do, então, 1.º Tenente EMQ Nunes dos Santos. Este material foi desembarcado em Moçâmedes, a 20 de Julho, com o auxílio de um vagão grua, sendo necessário o navio mudar de bordo, durante o desembarque, por a grua não ter lança suficiente para descarregar todo o material com o navio atracado do mesmo bordo. O AAT também desembarcou e acompanhou o transporte da LDP, por combóio e por terra, até ao Leste Angola. Aliás na Foto Chicove 2 parece-me ser o Eng.º Nunes dos Santos, de camuflado, o 3.º a contar da direita. A 12 de Agosto a “Aríete” passou por Moçâmedes para trazer de regresso a Luanda o Eng.º e pessoal do AAT. E a 18 de Outubro voltou a Moçâmedes para embarcar e trazer para Luanda a plataforma e o tractor da RMA.

- Sobre uma segunda Lancha, não encontrei, ainda, elementos e estou a valer-me apenas da minha memória. Fui ao Lobito, penso que na segunda metade de Setembro de 68, embarcar uma lancha, construída na Sorefame, que embarcou dividida em duas partes, do que resultou alguma dificuldade na sua estiva. Foi desembarcada em Moçâmedes para vagões do combóio para seguir para o Leste.

Como nota à margem, em Moçâmedes não havia pessoal nem material suficiente para pear, com segurança, “carga” deste tipo aos vagões, era com material do navio (cabos, mordentes, manilhas, calços de LA) e a arte e o engenho do pessoal de bordo que o assunto se resolvia.

Com saudações amigas

Francisco DC "

terça-feira, 29 de abril de 2008

ASSIM É QUE É

Publiquei uma "onda" chamando a atenção para um artigo de António Barreto , in "O Publico" , em que cita , e transcreve parte , de uma carta que teria sido escrita pelo Almirante Rosa Coutinho ao Dr. Agostinho Neto , em 1974.

Fiz questão de logo dizer que me custava muito a acreditar , mas que também tinha fiabilidade naquele cronista. Até lhe enviei um mail sobre o assunto.
Depois , e como me veio parar ás mãos , e para esclarecer melhor o conteúdo ,publiquei um fac-simile dessa carta , verdadeira ou falsa , mas continuando a manifestar as minhas duvidas.

Li ,no passado fim semana, no mesmo jornal um excelente artigo do Provedor dos leitores sobre este assunto , em que ele afirmava a inveracidade , ou falsificação , da carta e se admirava de nem o jornal , nem o director ,nem o cronista , se terem ainda manifestado.
Não li , mas chamaram-me a atenção , que nesse mesmo jornal, e curiosamente , Barreto pede desculpa ao Almirante Rosa Coutinho e aos leitores.

Tout va bien , quand......

segunda-feira, 28 de abril de 2008

Defesa Europeia (2)

Em artigo de opinião no último Expresso , Nuno Severiano Teixeira analisando as novas disposições introduzidas pelo Tratado de Lisboa no campo da política de segurança e defesa, defende que as cooperações estruturadas permanentes constituem uma grande oportunidade e um grande desafio, que podem impulsionar o desenvolvimento das capacidades de defesa dos estados membros. Para corresponder a todos os critérios de adesão, Portugal, para além de continuar presente em missões internacionais, precisa de fazer um esforço acrescido em despesa militar, indústrias de defesa (!) e uma cultura estratégica de partilha de meios (!!). Terminado o periodo de consolidação orçamental, será necessário aproximar o orçamento de defesa à média dos nossos parceiros e aliados e investir nos sectores mais dinâmicos da indústria de defesa ... de modo a estar na pimeira linha, que é um designio nacional.

Acontece que este articulista é Ministro da Defesa Nacional e, portanto, o que aqui diz não deve ser diferente do que pensa na sua função oficial, coincidindo com declarações recentes do M.N.E. sobre o mesmo assunto. Teve, porém, o cuidado de introduzir a ressalva da consolidação orçamental, o que pode significar "não me comprometam". Assim, temos dois ministros a opinar no sentido de uma viragem completa da política de defesa deste país ( se é que isso existe), mas que, sabemos todos, não são os donos da massa nem influenciam as decisões. Seria interessante saber o que pensam sobre isto o primeiro-ministro e o das finanças. Isto, se não saltaram por cima deste capítulo na leitura do tratado.

Lanchas no Leste de Angola (II)

Mais "correio" do Leste de Angola, na continuação desta onda:

"Caro Camarada,
Junto mais 3 fotos das lanchas do Leste de Angola. Desta feita, pormenores do transporte rodoviário, aqui já em picada. Repare que a lancha vai inteira...
Não sei qual das duas aqui aparece, mas julgo tratar-se da LDP 105.


Chicove.jpg


Chicove2.jpg

Chicove3.jpg


Cumprimentos,
Raul Sousa Machado"

(Nota: Para ampliar as imagens, "clicar" sobre elas)

Conferências "Leonardo da Vinci"

Só para lembrar que se realiza amanhã, no auditório 2 da Fundação Calouste Gulbenkian, a segunda da série de três conferências relativas a Leonardo da Vinci, esta subordinada ao tema "Leonardo: O Homem Imperfeito" e a ser proferida pelo Prof. Jorge Calado, do Instituto Superior Técnico.

INEFÁVEL



Estão pensando em se pagar portagem para entrar na cidade.

Concordo.

Mas proponho , em contravolta , que esta criatura inefável também pague imposto para entrar em minha casa , através de um canal público , que é igual a uma auto estrada

domingo, 27 de abril de 2008

Promessas

Aqui há coisa de um ano apareceram vários cartazes nas praias do paredão de Cascais prometendo novos apoios nas praias da Azarujinha, Poça e Duquesa (os anúncios originais podem ser vistos seguindo as ligações indicadas).

Pois passado todo este tempo, e com o Verão a aproximar-se a passos largos, verifica-se que tudo continua na mesma no que diz respeito a apoios de praia ... tudo não, os únicos trabalhos detectados foram feitos nos cartazes propriamente ditos como se pode ver a seguir.

Azarujinha


Poça

Duquesa (um pouco truncada)

Este último cartaz é, aliás, o único que se mantém. Os outros foram retirados julgo que este fim-de-semana ... alguém deve ter reconhecido o ridículo da situação.