sábado, 12 de janeiro de 2008

QUE SUSTO

Chave Allen.

Que grande susto apanhaste !!!!!


Estavas a sonhar com o NRP cadilhe , com o soldado -cadete Judice ou com o papa€ Scollari?


Bueno....

sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Ainda o almoço de 8.1.08

A pedido do autor, o Trigo Allen, aqui vão mais umas fotos.BubbleShare: Share photos - Lead Free Toys

quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

QUE SAUDADE , CARAMBA

Faz hoje 41 anos que saímos da Escola Naval . A nossa referencia , um dos nossos berços , uma âncora da vida.

Os 4 últimos classificados iriam tirar o curso de fuzileiro especial e seguiriam para o Ultramar logo depois .

Eu não estaria incluído nesse grupo se as notas finais do curso , como seria natural e sempre assim tinha sido e havia de continuar a ser, já estivessem afixadas naquele 10 de janeiro de 1966.

Só que não estavam e , assim , eu , o Jotex , o "chave" Allen e o Charanga iriamos receber guia , depois de apresentados na 1ª rep, para a Escola de Fuzileiros , em Vale de Zebro.

Depois de já lá estarmos , e começado o curso , saíram as tais notas finais.

Um escândalo. Mas do grosso. Com a culpa a morrer solteira , ad variandum

Mas ainda bem que assim foi. Gostei dos Fuzos , do meu destacamento e orgulho-me de ter cumprido a missão que me deram

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Penoso

Foi verdadeiramente penoso ouvir, ontem, a esfarrapada explicação do Secretário de Estado da Segurança Social, Pedro Marques (31 anos), tentando justificar o injustificável no que diz respeito à decisão governamental de pagar em 12 prestações mensais (de pouco mais de 1€) o aumento das pensões relativas a Dezembro 07 e 14º mês. Os malabarismos contorcionistas tentando defender que tal decisão era a mais benéfica para os pensionistas, que assim não gastavam o aumento todo de uma vez, foram bem elucidativos da experiência de vida deste nosso governante (!). Gostaria de saber qual a quantia que este senhor deixa como gratificação depois de almoçar em qualquer restaurante. Esta posição é do mesmo nível da de um outro ajudante de ministro que aqui há tempos declarou que a culpa dos aumentos brutais no preço de fornecimento da electricidade era dos consumidores. São atitudes destas que, quanto a mim, põem de rastos a política e os políticos pois demonstram que se encontra sempre alguém para se bater pelos interesses partidários, por mais absurdos estes sejam. Hoje soube-se que, afinal, o governo desautorizou e deixou cair Pedro Marques com fragor, indo proceder ao pagamento do aumento extraordinário das pensões de uma só vez. O ridículo, desta vez, não saiu completamente vencedor.

terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Almoço OC (08Jan08)

Mais algumas imagens do almoço de hoje, um almoço verdadeiramente especial. Tivemos o prazer da companhia do António Salgado Soares e de alguns "CR's" (Joaquim Villas-Boas, Carlos Saldanha Carreira, Augusto Silva e Pinho, Carlos Bonina Moreno, Francisco Ferreira Neto e Manuel Menezes). Assinale-se também a presença (pela primeira vez, nesta última série de almoços) dos seguintes OC's: Pedro "Mestre" Serradas Duarte, Zé Luís Almeida Viegas e Mário "Bafo d'onça" Espada Pratas.

BubbleShare: Share photos - Find great Clip Art Images.

Almoço OC em Setúbal

Aqui vão algumas fotos do nosso almoço, a que simpaticamente compareceram camaradas do "CR".
BubbleShare: Share photos - Play some Online Games.


Nota da redacção: Para fazer avançar (automaticamente) as imagens devem "clicar" na seta central do conjunto que se encontra em baixo, à direita.

Curiosidades navais

Motivado por uma conversa à mesa no Clube Militar Naval, fiz uma pesquisa na net sobre o escritor Patrick O'Brian e a série de livros, cerca de vinte, que escreveu, em que o heroi é o oficial da Royal Navy Jack Aubry, tendo por companheiro o médico anglo-catalão Stephen Maturin. Tudo isto no cenário das guerras napoleónicas e onde as aventuras são inseridas nos factos reais da história. Julgo que só três dos livros foram traduzidos para português, com aquela qualidade de tradução a que estamos habituados quando toca a coisas do mar. Só queria partilhar aqui algumas coisas curiosas que encontrei.
O primeiro livro chama-se Master and Commander. The far side of the world. Foi traduzido para português com o título de "Capitão de Mar-e-Guerra". Em 2003 apareceu em filme com o Russel Crowe como protagonista. Não me recordo do título, de qualquer modo nada tinha a ver com o original por que, curiosamente, Master and Commander era um posto intermédio entre Tenente e Capitão de Mar-e-Guerra (Captain) assim designado entre 1674 e 1794 e que depois deu Commander, ou seja, Capitão de Fragata. Portanto o título do livro devia ser este.

O segundo livro chama-se Post Captain e foi traduzido com o título "Capitão de Navio". Ora Post Captain é uma forma obsoleta de Captain (Capitão de Mar-e-Guerra). Era usada para distinguir os oficiais deste posto dos comandantes que não são Captain , que é a designação genérica de todos os comandantes de navio de guerra. É um pouco o inverso de Portugal, em que a designação de comandante abrange muitos que não comandam.

O décimo sétimo livro intitula-se The Commodore, e aqui o termo aplica-se como actualmente em Portugal. É um Capitão de Mar-e-Guerra antigo investido no comando de uma força naval.

O décimo oitavo livro intitula-se The Yellow Admiral . É um termo curioso que se aplica aos Capitães de Mar-e-Guerra reformados com o posto de Contra-Almirante.

São exemplos de uma terminologia muito particular que fazem sempre a diferença entre uma boa e uma má tradução.


segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Mensagem

Transcrevo a mensagem recebida do Bastos Jorge, dirigida aos presentes ao nosso almoço de amanhã e em especial ao Zé Viegas.

"Prezados Camaradas
Dirijo-me a vocês através desta despretensiosa mensagem para, em pensamento, compartilhar convosco da alegria do convívio entre amigos. Para esta reunião, havia programado ser representado pelo meu Filho mais velho, Guilherme, que, com a mulher, passa alguns merecidos dias de férias nesse velho e querido Portugal. Contudo, nem sempre o que planejamos se realiza e nem sempre as coisas são como queremos mas como, de facto, elas acontecem. Neste almoço, e muito em especial neste almoço, que a solidariedade dos homens de bem transferiu para Setúbal, queria dirigir uma palavra especial a ti Viegas para que saibas que até eu, tão distante geograficamente e ausente por tanto tempo, não te esqueci. Para ti em especial, e para o resto do pessoal que estará presente, desejo neste primeiro almoço do ano, um 2008 cheio de saúde, saúde, saúde e saúde, votos estes extensivos aos familiares, especialmente para aqueles que representam a continuidade de nossas vidas e que simbolizam o futuro, a esperança, o sonho, enfim, a materialização do que talvez não tenhamos conseguido alcançar.
Um almoço cheio de alegria é o que vos deseja o
Bastos Jorge"

domingo, 6 de janeiro de 2008

Da Literatura: A PURGA

Da Literatura: A PURGA


Com a devina vévia de "notas verbais"