sábado, 22 de dezembro de 2007

PAI NATAL


Já nem para o trenó ganha mas deseja a todos BOM NATAL E ÓPTIMO 2008.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

MILITARES

Neste momento, 221007DEZ estou a ver no canal "Paralamento" um debate sobre as Forças Armadas. Quem ainda for a tempo não perca pois não sou egoista e gostaria de partilhar com os camaradas as gargalhadas que vou dando. Ou serão lágrimas?

Outro luminárias

Na edição desta semana da revista Sábado Nuno Rogeiro surpreende-nos com esta passagem: "...devemos aproveitar 2008 para reavaliar as prioridades de material militar. Algumas áreas estão na penúria. E advogo, cada vez mais, em vez de três ramos, uma força de defesa unitária, com três componentes. Coesa, operacional, voltada para os resultados, em vez de paralisada pelas estruturas."
Nuno Rogeiro, que sabe tudo, devia saber que as prioridades de material militar foram reavaliadas recentemente e fixado um sistema de forças e uma lei de programação militar. Devia saber também que qualquer tentativa de reequipamento militar que se faça em Portugal não é para cumprir, como é patente agora mesmo e mais do que nunca.
A ideia de uma força unitária, que não é original, já foi experimentada no Canadá nos anos 70 e 80. Num país com umas forças armadas com uma dimensão quase como a nossa, mas com muito mais dinheiro e muito mais eficiente, não resultou e voltaram à antiga. Aqui só veria essa manobra como uma via para paralisar definitivamente as F.A. Acredito que venha a ter muitos adeptos... Quanto à força ser coesa, operacional e voltada para os resultados, pois é o que todos nós queremos; só que , a menos que façamos outsourcing ou contratemos mercenários, é preciso recrutar,ensinar, treinar, sustentar, planear, investigar, refrescar, etc. tudo o que é pessoal e material. Ou seja, ter e manter umas forças armadas! Com eficiência? Sem dúvida. Mas sem milagres, porque não os há.
Será que vamos fazer alinhar o Nuno Rogeiro com o Júdice e com o Cadilhe?

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Fotos

Recebida, por correio electrónico, a seguinte mensagem:

Exmos Senhores.
Tendo criado um blog sobre a comissão da antiga Alvares Cabral, e sendo leitor do vosso blog, deparei-me com duas fotos de antigos oficiais que fizeram a comissão na respectiva fragata.
Tenente Coelho de Campos ( Desconheço o posto actual );
Tenente Santos Roque (Falecido) (Desconheço o posto na altura do falecimento);
Sou António Moleiro ( amoleiro@hotmail.com ) 1.º Grumete na comissão, e venho por este meio solicitar a vossa autorização para poder colocar ambas as fotos no blog em ocasião propicia quando for colocado no blog os nomes dos oficiais que comandaram a fragata, bem como as fotos que existirem na altura.

com cumprimentos

António Moleiro

Boas Festas

Para todos os OCEANOS um Bom Natal e que o ano de 2007 nos permita navegar em mares calmos

SAUDAÇÕES NATALICIAS



Meus Caros Amigos e Camaradas OCEANOS

Para todos vós e Famílias um Feliz e Santo Natal

UM SANTO NATAL


Para todos os OCeanos , Amigos de sempre

PESADELO


segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

O tratado


Após ter publicado o meu pequeno ensaio sobre a ratificação do Tratado de Lisboa, leio esta pequena maravilha de Vasco Pulido Valente, publicada no Público de sábado passado! Não tendo resistido, peço vénia para a dar a conhecer aos OCeanos (e, claro está, aos demais visitadores do blogueoc)!

Raça Pestilenta?

A Ratificação do Tratado de Lisboa

Li, este fim de semana, que a oposição em peso (com excepção do CDS) terá desafiado, em plenário do Parlamento, o Partido Socialista a revelar a sua posição sobre a forma de ratificar o Tratado de Lisboa.

Admito que os parlamentares estejam a brincar e não desejam, bem lá no seu íntimo, referendar este tratado, salvo se o seu objectivo, claro ou encapotado, seja provocar o respectivo chumbo. Mal andou o PS em se ter comprometido, antes de estar no poder, a intenção de promover o seu referendo.

Será que os Portugueses referendaram a Constituição de 1976 e alterações posteriores? Terão sido referendados todos os tratados celebrados por Portugal, nomeadamente os que foram subscritos após a integração de Portugal na União Europeia? Será que a própria admissão de Portugal na União Europeia foi objecto de referendo?

Tenham juízo os parlamentares e limitem-se a discutir o referendo de temas insignificantes como, por exemplo, o aborto ou a regionalização!

domingo, 16 de dezembro de 2007

BEETHOVEN

Nasceu hoje no não muito distante ano de 1770, se visionasse isto renascia!

NIRVANA



Foto tirada hoje, 16 de Dezembro de 2007, que mostra o Comandante Simões Teles saindo a barra sul do porto de Lisboa em flagrante desobdência ao Ordmove. Parece que é reincidente nesta e outras!