sexta-feira, 7 de setembro de 2007

A Marinha em Angola


Recomendo uma visita ao sítio da Marinha para ver uma notícia sobre a escala da "Álvares Cabral" no Lobito. Facto quase inédito nos tempos que correm.

quinta-feira, 6 de setembro de 2007

Guerra Fria ?

Caças norueguêses e inglêses interceptaram hoje oito Tupolev 95, os velhos Bear D, em trânsito pelo norte da Noruega e pelos "GUK gaps", como se dizia dantes. De facto a Rússia tinha anunciado que ia retomar a prática de fazer patrulhas regulares pelo Pacífico, Atlântico e Ártico, com fez durante a Guerra Fria. Durante dezenas de anos os Bear D saíam da Peninsula de Kola, contornavam a Noruega e seguiam pelo mar até quase à Terra Nova, a um local conhecido por Flemish Cap,regressando em seguida ou continuando para Cuba. De Cuba partiam outros que subiam ao longo da costa dos Estados Unidos e regressavam à base. Era a rotina semanal.
Será isto agora uma manifestação de poder pontual ou ir-se-á estabelecer um novo padrão de desafio/confrontação? Com as questões de política internacional que estão na agenda (Kosovo, escudo anti-míssil, Irão, etc.) os russos querem respeito e para isso não há nada como flectir os músculos.

Vacas de Carvalho



Embora com faltas muito assinaladas aos últimos almoços e auto-info-exclusão (espero que alguém te dê a conhecer esta prosa), aqui fica um abraço de parabéns pelo teu aniversário, com votos de muitos outros com sobeja saúde para alardeares nas múltiplas actividades que dizes ter.

terça-feira, 4 de setembro de 2007

COMANDANTE CALVÃO

Guilherme Alpoim Calvão , está "detido" , ou "retido" , em Bissau. As autoridades não o deixaram embarcar , sob uma acusação anónima , e consequente acção da Ministra da Cultura , de ter roubado a estátua de Ulysses Grant , de Bolama.

Faz-me lembrar a acusação que fizeram a Henrique Galvão de que teria roubado os portões do convento de Mafra.

Se a Ministra está tão preocupada com a estátua de Grant, e bem , talvez se pudesse tambem atentar em todas as estátuas que existiam em Bissau , apeadas e vandalizadas , e que se encontram a monte dentro da fortaleza de Cacheu.

O nosso Calvão voltou voluntáriamente à Guiné em 2003 , tornou-se um empresário de grande sucesso e por todos estimado , emprega mais de 1500 cidadãos , não tem vergonha do seu passado e está ali , todos o sabem , para dar e não para tirar.

Espero , com atenção e preocupação , o desenrolar deste episódio e até lá aqui vai um abraço

segunda-feira, 3 de setembro de 2007

O Bom Português ...e o Mau Espanhol.

Passei o fim de semana passado no Porto. A minha última visita á Invicta foi há cerca de dezasete anos, e desta vez fiquei agradavelmente surpreendido com as largas vias de acesso à cidade, e com o bom desenvolvimento urbanístico. Parabéns aos Oceanos oriundos desta bela cidade. Como fui e vim de avião, vem aí o Mau. No voo de regresso, depois de ter aterrado na Portela, e o avião ter estacionado na placa, estivemos quarenta minutos à espera que encostassem a escada para sairmos. A indignação dos passageiros era geral, álguns até com ligações a outros voos que decerto perderam. Na conversa com dois comandantes da TAP que vinham a bordo constatei ser a culpa da nova empresa de "handling" (desculpa lá oh Nunes da Cruz), a Groundforce, empresa privada que tem cerca de 49% de capital nacional e 51% de capital espanhol. Disseram-me que em Espanha é pior... E fala o Saramago em Iberia!!!

domingo, 2 de setembro de 2007

A lei vetada

Está hoje no Diário de Notícias uma entrevista do Gen. Tomé Pinto a propósito da famigerada lei orgânica da GNR. O que aqui neste blogue foi comentado consta lá também: O silêncio (ou pouco barulho) das chefias militares, o comprometimento do MDN que presidia a um Instituto que foi pago pelo MAI para fazer um estudo sobre a unificação das polícias, o papel da tal unidade costeira que, à sorrelfa, alterava as missões da Marinha, etc. Como lá diz, hoje os Governos actuam como cilindros. Vamos lá a ver se este percebeu que isto não é tudo para aplanar ao nível zero...

COISAS BOAS

Finalmente comprei a "obra completa". Fabuloso. Eu ouvia em Angola , na minha primeira comissão , uma fita gravada e clandestina , arranjada pelo Emílio Ramirez (que Deus guarde). Gastou-se de tanto uso .

Esta voz e estas letras , esta musica de resistência , engalanam a esquerda , sem dúvida.

Vejam o que escreveu Manuel Alegre , quando a voz se apagou: (só o final)

O corpo grande e a alma de menino

trazia no olhar aquele assombro

de quem queria caber e não cabia


Os pés fora do berço e do destino

alguém o viu partir de viola ao ombro.

Era Outubro em Avintes.E chovia

Simões Teles




Um grande abraço de parabéns pelo teu aniversário.
Que a tua jovialidade, verticalidade e racionalidade se mantenham, bem como o ânimo para continuares a pôr em prática a veia marinheira que em ti habita, por muitos e bons anos, tudo com saúde a condizer.