sábado, 21 de julho de 2007

Bom dia OC!

Ernest Hemingway nasceu no dia 21 de Julho de 1899 em Oak Park, no Illinois.
Aos 17 anos começou a trabalhar como redactor num jornal em Kansas City. Veio para a Europa nos anos 20 e pertenceu à chamada “geração perdida” de escritores americanos, cujo percurso descreve em “O Sol também se levanta”, publicado em 1926.
Durante a guerra civil de Espanha foi correspondente em Madrid, o que lhe inspirou o romance “Por quem os sinos dobram”, publicado em 1940.
Viveu em Cuba depois da II Grande Guerra, onde escreveu aquela que é considerada a sua obra prima, “O velho e o mar”, livro publicado em 1952, galardoado em 1953 com Prémio Pulitzer e que contribuiu para que lhe fosse atribuído em 1954 o Prémio Nobel da Literatura.

sexta-feira, 20 de julho de 2007

Mais outra...

Não fazia ideia que nem os organismos públicos escapam.

No último boletim do IASFA, nº 26 de Junho de 2007, na contra capa, aparece o anúncio:

"A sonhar com um carro novo?
Wake up*"

Para ajudar, em letras pequeninas e no fim da página, vem a tradução na tal língua saloia e subserviente: *Acorde!

Poderia alguém explicar-me a necessidade, o objectivo, o alcance, desta manobra publicitária?

Bom dia OC!

Não foi há muito, pois passaram apenas 47 anos sobre a eleição que deu a vitória a um partido que colocou uma mulher, pela primeira vez na história, no cargo de Primeiro Ministro. Foi no Ceilão, hoje Sri Lanka, que o Partido de Libertação do Sri Lanka, chefiado pela Senhora Bandaranaike, ganhou no dia 20 de Julho de 1960 as eleições para o Parlamento. Herdou a liderança desse partido após o assassinato do marido em Setembro de 1959. Até aí, nunca tinha tido qualquer intervenção política.
Nasceu no seio de uma família aristocrática em 17 de Abril de 1916, se calhar com algum português entre os antepassados, já que o seu nome completo era Sirimavo Ratwatte Dias Bandaranaike.
Desempenhou o cargo de Primeiro Ministro por três vezes, a primeira das quais entre 1960 e 1965. Morreu com 84 anos, no dia 10 de Outubro de 2000.

quinta-feira, 19 de julho de 2007

WEHAVEKAOSINTHEGARDEN

WEHAVEKAOSINTHEGARDEN

FÉRIAS

SETÚBAL


CAJADOS (Palmela/Poceirão)
ALVOR












Vou de férias até ao fim de Agosto e estarei neste triangulo.
Fiquem descansados que vou ter atenção ao transito de camelos, aos engarrafamentos nos oásis e por atenção ao Cruz vou só falar Português (do sul do Tejo).
Divirtam-se e façam-me o favor de serem felizes!!!!

Bom dia OC!

Edgar Degas nasceu em Paris no dia 19 de Julho de 1834.
Filho de uma família rica, apaixonou-se pela pintura e, após ter concluído o curso secundário, passa grande parte do tempo a copiar obras de autores consagrados. Aos 21 anos entra para a Escola de Belas-Artes de Paris mas, nos anos que se seguem, estuda sobretudo em Itália as obras dos grandes mestres clássicos.
Tinha uma grande admiração por Ingres, cuja influência é visível nas suas figuras femininas. Já no que toca aos impressionistas, apesar de com eles ter convivido, sobretudo com Manet, Degas manteve-se distante da sua influência.
Embora tenha produzido uma obra notável, tanto no domínio da pintura, como no da gravura e da escultura, Edgar Degas sempre quis passar despercebido e, certamente por isso, só começou a ser verdadeiramente apreciado depois da sua morte em Paris, no dia 27 de Setembro de 1917.
E como estão todos na praia, aqui vos deixo uma do Degas…

HOMENAGEM


Em Homenagem aos criadores do Água Aberta , e também para como se faz, e manda a lei , nas publicações periódicas , manter o título , resolvi navegar na nossa 1ª edição.


Pensei que seria uma aventura clandestina , mas os nossos profissionais e progenitores estão atentos.


Fabuloso.


Merecem , eles , que se faça um esforço e se retorne ao passado.

quarta-feira, 18 de julho de 2007

Cocha?

Quatro "bons-dias" seguidos!!! É obra!!! Mas não me parece que seja "cocha" ... prefiro pensar na alternativa, que são férias ... estão todos na praia! É a "silly season" (peço desculpa ao NC).

A demolição


"O País tem, nos últimos anos, estado a desbaratar o capital mais valioso da Defesa. O capital humano, atingido no seu património moral, no prestígio e na vontade de fazer exemplarmente bem. O ataque ao Homem militar por sectores do poder político e de alguma sociedade civil não prenuncia nada de bom. A Instituição Militar, reduzida a um décimo em 30 anos, não pode continuar a ser o alvo, pelos vistos único, dos cortes no Estado. Os militares não podem continuar a ver, e obrigatoriamente em silêncio, os seus direitos elididos."

Eis como o Almirante Matias, um ex-CEMA, vê a actual situação (retirado de "A Voz da Abita (na Reforma)", de um "post" de CS).
Mas, temo que os ataques continuem. Basta ler esta notícia para nos apercebermos que mais alguma coisa está em marcha. Será que iremos de reforma em reforma até à demolição total?

Almeida Joglar


Uma palavra de saudade para o Joglar que, se estivesse entre nós, também hoje faria anos.

Possidónio Roberto


Outro totalista das ausências aos almoços e no blog a fazer anos.
Aqui fica um abraço de parabéns e votos de muitos outros com saúde e vontade de trabalhar.

Bom dia OC!

A Fundação Calouste Gulbenkian nasceu no dia 18 de Julho de 1956, dia em que foram aprovados os seus estatutos. Nunca é demais louvar a notável obra que, neste meio século de existência, tem vindo a desenvolver nos domínios da música e das belas-artes, da investigação e da divulgação científica, da educação e da beneficência.
Mas, julgo que merece ser realçada de forma particular a actividade que a Fundação Gulbenkian tem desenvolvido no estrangeiro em prol da cultura portuguesa. Pude constatar a sua actuação em França entre 1990 e 1993, numa altura em que o adido cultural junto da Embaixada de Portugal em Paris era um sempre ausente e inútil Eduardo Prado Coelho (só me apercebia que passava pela Embaixada no final de cada mês, vá se lá saber porquê…). Nesses anos, a cultura portuguesa apenas tinha representatividade nos meios culturais franceses e efectivamente marcava presença de uma forma de que nos podíamos orgulhar, porque existia um Centro Cultural Calouste Gulbenkian, dirigido nessa altura pela Prof. Doutora Maria de Lourdes Belchior.

PS — Com este, é o 4º “bom dia” seguido, sem outras ondas pelo meio… Estão todos de férias ou é uma epidemia de cocha?

terça-feira, 17 de julho de 2007

Bom dia OC!

Na sequência da rendição incondicional da Alemanha no dia 8 de Maio de 1945, Churchill, Truman e Estaline iniciaram em 17 de Julho de 1945 a “Conferência de Potsdam”.
Os vencedores tinham que decidir como é que a Alemanha seria ocupada e controlada, mas também o que fazer a uma Europa destroçada pela guerra e à beira da fome.
A “Conferência de Potsdam” terminou quase três semanas depois, no dia 2 de Agosto. Churchill ficou a meio. A derrota eleitoral do partido Conservador obrigou-o a ceder o lugar a Clement Attlee no dia 27 de Julho de 1945.

segunda-feira, 16 de julho de 2007

Bom dia OC!

Em Paris, às 4 horas da madrugada do dia 16 de Julho de 1942, cerca de 9000 polícias e gendarmes franceses iniciaram, a mando da Gestapo, a maior rusga e prisão em massa de judeus efectuada em França durante a 2ª Guerra Mundial.
Nesta rusga, que ficou conhecida por “rafle du Vélodrome d'Hiver” e que se prolongou pelo dia 17 de Julho, a submissa e colaboracionista polícia francesa prendeu, ao todo, 13152 judeus que habitavam em Paris, dos quais 4115 criança e nisto demonstraram bem o seu zelo, pois a Gestapo não tinha ordenado a prisão de crianças.
Depois de terem ficado vários dias fechados no velódromo, sem quaisquer condições, foram enviados para os campos de concentração de Drancy, Compiègne, Pithiviers e Beaune-la-Rolande, de onde foram depois deportados para campos de extermínio na Alemanha. Apenas terão sobrevivido cerca de 40 homens. Nem uma mulher ou criança sobreviveu.
Interior do “Vélodrome d'Hiver” depois da rusga de 16 e 17 de Julho de 1942

domingo, 15 de julho de 2007

Bom dia OC!

No dia 15 de Julho de 1606, Rembrandt Harmenszoon van Rijn, o mais importante pintor holandês e uma das maiores figuras da história da arte europeia, nasceu em Leiden, na Holanda do Sul.
Este mestre na utilização da luz e da obscuridade, deixou-nos cerca de 600 pinturas, para além de 300 gravuras e 2 000 desenhos, cuja maior colecção pode ser apreciada no Rijksmuseum, o museu nacional holandês onde também podem ser vistos importantes trabalhos de Vermeer e de Frans Hals.
Rembrandt, morreu em Amsterdam no dia 4 de Outubro de 1669.
Tenham um excelente Domingo!