sábado, 12 de maio de 2007

Pires Neves


O tempo não perdoa. Enquanto cá andarmos todos vamos passando por isto, carregando progressivamente com mais força no travão mas sem qualquer resultado.
Hoje é a ti que te toca.
Por tal, um grande abraço de parabéns, com votos de muitos chazinhos, muitas reflexões sobre as Forças Armadas, muitos almoços das terças-feiras e sobretudo com muita amizade.

Bom dia OC!

Katharine Hepburn nasceu há 100 anos em Hartford, no Connecticut.
Em 1999, o American Film Institute colocou-a no topo da lista das 100 maiores actrizes do século XX. Normal e mais do que justa consagração para quem ganhou quatro oscares como melhor actriz principal, para além de outros prémios que foi coleccionando ao longo da vida.
Começou pelo teatro onde se estreou em 1928. Quatro anos mais tarde inicia a carreira no cinema e logo no seu terceiro filme – Manhã de glória –, realizado em 1933, ganha o primeiro oscar.
Aos 87 anos, Katharine Hepburn participa pela última vez num filme – Love Affair –, rodado em 1994.
Morreu com a invejável idade de 96 anos, em Old Saybrook, no seu estado natal do Connecticut, no dia 29 de Junho de 2003.

sexta-feira, 11 de maio de 2007

Planeamento de obras


Estamos a cerca de um mês do início dos campeonatos mundiais de vela que servirão de selecção para os Jogos Olímpicos e Cascais é ainda um estaleiro de obras. Nada a que não estejamos habituados... Entretanto já muitas equipas estrangeiras cá estão a treinar diariamente, adaptando-se às condições existentes na terra e no mar!

O Clube Naval tem um edifício novo mas inacabado e vazio de mobiliário; o Passeio Maria Pia está um pandemónio de obras; o parque estacionamento em construção no fosso da Cidadela só por milagre ficará pronto a tempo; as embarcações estrangeiras que entretanto chegaram já ocuparam todo o espaço disponível. Pergunta-se: estará tudo pronto a tempo? Claro, o nosso desenrascanço é proverbial. Até conseguimos fazer a Expo 98 e uma ponte ao mesmo tempo...

Aleluia

Parece que na sequência da onda sobre a praia do Tamariz, nomeadamente da sua parte final, alguma coisa começou a mexer na Azarujinha ... já não era sem tempo!

Bom dia OC!

Salvador Dalí nasceu em Figueres, na Catalunha, no dia 11 de Maio de 1904.
Em 1917, o pai de Dalí, certamente deslumbrado com o talento precoce revelado pelo rebento aos 13 anos, organizou uma exposição doméstica dos seus primeiros desenhos a carvão.
Desde essa altura e até à sua morte em 23 de Janeiro de 1989, Salvador Felipe Jacinto Dalí I Domenech, Marquês de Pubol, fartou-se de gozar com o “pagode” que ficava extasiado perante as suas “obras”.
Ainda hoje, quem vai aos lavados do Teatro-Museu Dalí, em Figueres, perto dos quais se encontra o seu túmulo, pode assistir, por vezes, a autênticos tremores de terra, quando Dali dá pulos a rir-se sempre que alguém gasta milhões a comprar um dos seus quadros.
A forma como Dalí se riu do resto do mundo traz-me à memória, embora numa outra escala, o João César Monteiro e o seu filme “Branca de Neve”. Muito devia ter gozado ao receber o subsídio (que saiu dos nossos bolsos) atribuído pelos “intelectualóides” da nossa praça a algumas centenas de metros de película preta…
Foi sublime! Não fica atrás do Dalí.

quinta-feira, 10 de maio de 2007

A praia do Tamariz no Estor(r)il

Praia fina é outra coisa ... a praia do Tamariz tem tudo. Ora vejamos!

Tem preparação e limpeza do areal (em grupo)

Tem manutenção com maquinaria pesada

Tem manutenção com maquinaria ligeira (de origem japonesa)


Tem manutenção usando sistemas ultra-ligeiros (à mão)


Tem funcionários especializados para protecção e bem estar dos animais

Oferece serviços de caça submarina em plena piscina ...

... e tem, quase sempre, animação.

Para compensar, a praia da Azarujinha, ali tão perto, não tem nada. As casas de banho continuam avariadas, as instalações de apoio estão num estado lastimoso e mesmo a areia está por um fio. À atenção de quem de direito: então esta praia (a Azarujinha, é claro) não merece umas migalhinhas?

Nota: para ampliar, "clicar" nas fotografias.

PROCURA-SE

Aniceto Armando Pascoal, dito o "Lagoaça Kid", "Falpilra" ou simplemente o "Pascoalito".

Sabe-se que alterna entre lá para trás do sol posto e Almada.

Quem tenha o seu contacto que o pique para dar prova de "existência cursal".

Se estás a ler este post, ó Aniceto Armando deixa-te de coisa e dá notícias

Bom dia OC!

D. António Ferreira Gomes nasceu em Penafiel no dia 10 de Maio de 1906.
Foi bispo de Portalegre durante quase cinco anos, antes de ter assumido a direcção da diocese do Porto em 1952.
Em 13 de Junho de 1958 escreveu a primeira das suas cartas a Salazar, em que procurou chamar a atenção para alguns problemas sociais graves, sobretudo para a miséria existente nas zonas rurais.
O seu inconformismo valeu-lhe 10 anos de exílio. Impedido de regressar a Portugal a partir de Julho de 1959, só em 1969, já no consulado de Marcelo Caetano, voltou à diocese do Porto, onde se manteve até resignar em 1982.
D. António Ferreira Gomes morreu em Ermesinde no dia 13 de Abril de 1989.

quarta-feira, 9 de maio de 2007

LEMBRANDO COM SAUDADE





Caríssimos Oceanos

Como era saudável a vida a bordo da "Sagres" em Junho de 64!

Abraços fortes

PROCURA-SE



Adelino Rodrigues da Costa, vulgo "O Costinha".
Tinha uma malha branca quando tinha cabelo.
Foi visto por diversas vezes, sempre atarefado e de fugida.
Quem puder entrar em comunicação com ele, diga-lhe que escrever para o blogue também é escrever...
Ó "Pena Branca" dá noticias, mesmo que só cibernéticas.

Bom dia OC!

Embora esta imagem não destoasse entre as fotos do almoço de ontem, só hoje é que é “Dia dos Marretas”. Comemorem então a primeira emissão, no dia 9 de Maio de 1955, da série “Sam and Friends”, antecessora dos “Marretas”, e …
… tenham um Bom Dia!

AEROPORTO DA OTA

SERÁ QUE ESTA GRACINHA ENCAIXA ?http://www.youtube.com/watch?v=GH6rl...gspot%2Ecom%2F

terça-feira, 8 de maio de 2007

Almoço OC (08Mai07)

A magnífica reportagem fotográfica do Nunes da Cruz não ficaria completa sem a imagem do cházinho (!) do João Pires Neves. Aqui está o dito cujo.

Encontro de 8.5.07

Aguardando ansiosamente o repasto.



Incentivando e angariando colaboradores para o Blog.



O que vier, morre!!!



Mas ... será que virá alguma coisa?



A pão e água, à falta de melhor.


Bom, vinho já há!


Mas não ainda para todos.
Os (pen)últimos, com o novo representante do FCP.


A concorrência ... com a máquina escondida.


Será que com isto consigo subornar alguém?


O gajo deve estar a levar-nos!!!


Quanto é que damos?


Esta já está.


Não aceito mais!!!


Quem dá mais? (Ou o granel instalado)



Até à próxima!

Bom dia OC!

António José da Silva, “O Judeu”, nasceu no Rio de Janeiro no dia 8 de Maio de 1705.
Filho de uma família de cristãos-novos que se tinha refugiado no Brasil, veio para Portugal aos oito anos. A mãe, acusada de judaísmo, tinha sido obrigada a comparecer perante o Tribunal da Inquisição.
Considerado o mais representativo autor dramático português da primeira metade do séc. XVIII, ao nível mesmo de um Gil Vicente, “O Judeu” estreou em 1733, no Teatro do Bairro Alto, a sua primeira obra, a que deu o título de “Vida do Grande D. Quixote de la Mancha e do Gordo Sancho Pança”.
Nos seis anos que se seguiram escreveu mais sete peças, destinadas sobretudo ao teatro de bonifrates. Mas, o todo poderoso Santo Ofício não quis deixar que o talento de António José da Silva se manifestasse para além dos 34 anos. Com mentiras e perjúrios conseguiram arranjar forma de o condenar a morrer em auto de fé e a sentença consumou-se em Lisboa no dia 18 de Outubro de 1739.

segunda-feira, 7 de maio de 2007

DEFESA NACIONAL (XV)

As Forças Armadas e os “Recursos”. Os Recursos Humanos e as Necessidades Organizacionais (I)”. Tal é o título do 15º artigo do João Pires Neves sobre esta temática, que pode ser lido no Jornal Defesa e Relações Internacionais.

PROCURA-SE



CARLOS HIPÓLITO CAROÇO, mais conhecido por "ENFEGA".
Ultíma localização : cerca de Sto André,
Sinais especiais: É reconhecivel pela vernacularidade do seu discurso e pelo ar lisboeta que nem o Alentejo lhe tira.
Ó Zé Caroço, diz de ti!

Apanhei o Pratas

Sim. Apanhei o Mário Espada Pratas no Buffet do Clube Militar Naval, ontem.
Está impecável, não sabia do nosso blogue (dei-lhe o endereço), nem sabia dos almoços de curso, sobre os quais lhe falei.
Quem tiver mais contactos aperte com ele que ele aparece.

EFEMÉRIDE DE 7 DE MAIO 2007

Hoje é dia de S. Estanislau ... já que o Jota se esqueceu.

domingo, 6 de maio de 2007

Bom dia OC!

Passam hoje 70 anos sobre o desastre do dirigível alemão Hindenburg na Lakehurst Naval Air Station, em New Jersey, o qual pôs fim à utilização dos dirigíveis no transporte de passageiros.
O Hindenburg incendiou-se às 07:25 do dia 6 de Maio de 1937, quando aterrava depois da viagem que tinha iniciado em Frankfurt no dia 3 de Maio, com 36 passageiros e 61 tripulantes a bordo. Em consequência deste desastre perderam a vida 13 passageiros, 22 tripulantes e um elemento da equipe de terra.