sábado, 21 de abril de 2007

DEFESA NACIONAL (XIII)

Na última segunda-feira falei da regularidade e pontualidade com que os artigos do João Pires Neves apareciam publicados no Jornal Defesa e Relações Internacionais. Parece que o (bom) relógio se adiantou e ontem, sexta-feira, foi publicado o décimo-terceiro artigo com o título "As Forças Armadas e a “Organização”. A Componente Fixa e a Reestruturação das Forças Armadas (2ª Parte) (VI-A)" . O texto completo pode ser lido aqui.

Bom dia OC!

No dia 21 de Abril de 1945, um dia depois de Hitler ter celebrado o 56º aniversário, as tropas soviéticas dos Marechais Zhukov e Konev atingiam os subúrbios de Berlim.
Em 30 de Abril, Hitler e Eva Braun suicidaram-se algumas horas depois de terem casado.
No dia 2 de Maio o Reichstag caía e, finalmente, a 7 de Maio a Alemanha nazi assinava a rendição incondicional, pondo fim a quase sete anos de guerra no continente europeu.

sexta-feira, 20 de abril de 2007

Sanches Oliveira e Vitorino Dias

Por uma lamentável falha minha, indesculpável é certo, mas cada vez mais compreensível por motivos óbvios à medida que o tempo passa (e por esse motivo apresento aos visados as minhas desculpas), não registei em devido tempo os últimos marcos do tempo vencidos por estes dois OCeanos, o Sanches Oliveira em 25 MAR e o Vitorino Dias em 12 ABR.

Embora tardiamente, aqui fica o meu abraço de parabéns a ambos, com votos de muitos outros com saúde, amigos e tudo a correr pelo melhor.

P.S. Também vos digo que temos notado as vossas faltas de comparência aos almoços mensais e de colaboração no presente blogue. Apareçam que serão perdoados.

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA



Sempre à frente no progresso! A AR dispõe de um sofisticado sistema de arquivo, conserva fotocópias e destrói os originais.
Calcula-se que a poupança em segurança da informação, espaço ocupado e logística do processo quase daria para fazer uma nova Universidade em cada dois anos!

Bom dia OC!

Alexandre Alberto da Rocha de Serpa Pinto nasceu em Tendais, no concelho de Cinfães, no dia 20 de Abril de 1846.
Aos 10 anos ingressou no Colégio Militar e aos 17 terá sido o primeiro aluno nomeado Comandante de Batalhão (os distintos OCeanos “asilantes” que o confirmem…).
Ainda frequentou o curso de Direito da Universidade de Coimbra mas acabou por seguir a carreira militar.
Em 1869 Serpa Pinto participou numa expedição ao rio Zambeze e, 8 anos depois, em 1877 participa com Hermenegildo Capelo e Roberto Ivens na primeira expedição promovida pela Sociedade de Geografia de Lisboa, cujo objectivo era explorar o rio Cuango, a região das nascentes do Zambeze e do Cunene e as bacias hidrográficas do Cuanza e do Cuango. Depois de iniciada a expedição, os exploradores dividiram-se e, enquanto Capelo e Ivens se mantiveram fiéis ao projecto inicial, Serpa Pinto tentou fazer a travessia de Angola a Moçambique. Não o conseguiu, mas chegou a Pretória e posteriormente a Durban (a ligação entre Angola e Moçambique foi realizada com sucesso em 1884/1885 por Capelo e Ivens).
Serpa Pinto morreu em Lisboa no dia 28 de Dezembro de 1900.

quinta-feira, 19 de abril de 2007

As comunidades ribeirinhas e o desenvolvimento local

Dando seguimento ao pedido de divulgação de um convite recebido do camarada Bastos Saldanha, Presidente da Mesa da Secção de Geografia dos Oceanos da Sociedade de Geografia de Lisboa, aqui ficam os principais elementos que nele constam:
  1. A Secção de Geografia dos Oceanos propõe o tema “As comunidades ribeirinhas e o desenvolvimento local” para o Dia Nacional do Mar 2007 (16 de Novembro) por o considerar suficientemente abrangente e multiplicador de sinergias, permitindo reflectir sobre a Agenda do Oceano e harmonizar o planeamento de actividades programadas para 2007, tais como, o Dia do Pescador, o Dia Mundial do Oceano, o Dia Mundial do Mar, o Dia do Ambiente e o Dia da Água.
  2. A nota informativa n.º 1, de 2 de Abril de 2007, que pode ser consultada em socgeografia-lisboa.planetaclix.pt/dia_mar2007.htm, caracteriza aquele fundamento e dá conta da programação das actividades da Secção de Geografia dos Oceanos para 2007, designadamente a realização da primeira de quatro sessões públicas associadas àquela temática, na manhã de 26 de Abril de 2007, sobre “As comunidades ribeirinhas e o desenvolvimento local – O Livro Verde Para uma futura política marítima da União: Uma visão europeia para os oceanos e os mares”. A oportunidade desta abordagem permite a formulação de contributos para o Livro Verde, cuja discussão encerra em 30 de Junho próximo.
  3. Muito me apraz endereçar-lhe convite para participar na sessão de 26 de Abril de 2007, com início às 0930, no auditório da Sociedade de Geografia e Lisboa, cujo programa está incluído na supracitada nota informativa. Agradeço a sua divulgação.
Para além da página socgeografia-lisboa.planetaclix.pt/dia_mar2007.htm, poderá ser obtida informação adicional na secretaria da Sociedade de Geografia de Lisboa (telefone 213 425 401/5 068, fax 213 464 553) ou por e-mail dirigido ao Bastos Saldanha (jbsaldanha@sapo.pt).

Bom dia OC!

A propósito da Ota e de Ministros das Obras Públicas, faz hoje anos que nasceu o Eng. Duarte Pacheco, que foi, ele sim, um grande Ministro desta pasta.
Duarte Pacheco nasceu em Loulé em 19 de Abril de 1899. Formou-se em 1923 no Instituto Superior Técnico, em Engenharia Electrotécnica, e quatro anos depois foi nomeado director deste Instituto.
Presidente da Câmara Municipal de Lisboa e mais tarde Ministro das Obras Públicas e Comunicações, deixou uma vasta obra, na cidade e no país.
Infelizmente morreu cedo, em consequência de um desastre de automóvel, no dia 16 de Novembro de 1943.
O Eng. Duarte Pacheco com o Presidente da República
na inauguração do Parque Florestal de Monsanto

quarta-feira, 18 de abril de 2007

Ota

No meio desta novela do novo aeroporto há uma coisa que ainda têm que me explicar, que é a saturação da Portela. Ainda esta semana o MOP afirmou que a Portela está a funcionar em condições dificeis devido ao aumento de tráfego e que não é possível manter dois aeroportos na mesma região.
Quem for ao aeroporto,como antigamente, para ver aviões, verificará que é o lá vai um, de vez em quando, havendo horas de ponta em que lá aterram uns quantos intervalados de cinco ou dez minutos. Isto comparado com os aeroportos da Europa onde os aviões fazem bicha para descolar, dá vontade de rir. Portanto a saturação não é na operação aérea com certeza. Já no que diz respeito aos passageiros e manuseamento da bagagem é que o granel é frequente. Então agora que concessionaram a uma companhia privada é de perder a paciência com as esperas. Parece, por isso, ser justo perguntar se o problema é do aeródromo ou da gare e da incompetência para a gerir.
Quanto a não poder haver dois aeroportos na mesma região, basta ver Londres ( Heathrow, Gatwik, Sanstead e City), Nova Iorque ( J.F.K., La Guardia, Newark), Rio de Janeiro ( Galeão, Santos Dumont). Ou seja, devemos ser os únicos com o passo certo na formatura...
Alguém consegue explicar ?

Bom dia OC!

Em 18 de Abril de 1955 teve início a Conferência de Bandung, reunindo os líderes de 29 Estados asiáticos e africanos. Promovida pela Indonésia, Índia, Birmânia, Ceilão e Paquistão, deu origem ao “Movimento dos Países Não-alinhados”.

terça-feira, 17 de abril de 2007

LEMBRANDO COM SAUDADE



Caríssimos amigos

Eis alguns dos "actores" do famoso filme"AS ILHAS ENCANTADAS" a bordo da "GAZELA"! Silva Nunes, Eu e Rodrigues da Costa acompanhados da Grande fadista Amália Rodrigues ao largo das ilhas em Maio de 1964.

Abraços a todos

Bom dia OC!

No dia 17 de Abril de 1969, na cerimónia de inauguração do Departamento de Matemática da Faculdade de Ciências da Universidade de Coimbra, presidida pelo Almirante Américo Tomás, Alberto Martins, presidente da Direcção-Geral da Associação Académica de Coimbra, pretendeu usar a palavra, o que lhe foi negado, terminando a cerimónia abruptamente com a intervenção da PIDE. Começava assim a Crise Académica de 1969.

segunda-feira, 16 de abril de 2007

Grande buraco


É na praia da Conceição (outra praia do paredão Cascais-Azarujinha). É visível quando a maré está baixa.


Sai da areia da praia água que não sei de onde vem e que parece limpa (pelo menos não cheira mal). Só vi disto nos Olhos d'Água, lá em baixo no Algarve. Será que algum especialista pode dar mais informações sobre esta matéria?

DEFESA NACIONAL (XII)

. Regular e pontual como um (bom) relógio aí está o décimo-segundo artigo do João Pires Neves sobre as Forças Armadas. Podem lê-lo no Jornal Defesa e Relações Internacionais com o título: As Forças Armadas e a “Organização”. A Componente fixa e a Reestruturação das Forças Armadas (1ªParte) (VI).

Bom dia OC!

Charlie Chaplin nasceu em Londres no dia 16 de Abril de 1889.
Filho de artistas de music-hall, teve uma infância atribulada, vivida em enorme pobreza e marcada pelo abandono do pai quando tinha três anos e, mais tarde, pelo internamento da mãe num hospital psiquiátrico.
Charles Spencer Chaplin subiu ao palco pela primeira vez aos 5 anos. Na sua longa carreira, para além de actor, foi autor e director de mais de 80 filmes, tendo em diversos deles composto também a música.
Depois de alguns casamentos e várias aventuras amorosas, casou em 1943 com Oona O'Neill, 36 anos mais nova do que ele, filha do dramaturgo e Prémio Nobel Eugene O'Neill, de quem teve oito filhos.
Morreu aos 88 anos em Vevey, na Suíça, no dia 25 de Dezembro de 1977.

domingo, 15 de abril de 2007

Aires da Silva


Mistério a resolver: onde se encontrará o Perry Mason OCeano? Onde quer que seja, não escapa à lei do tempo.
Por esse motivo, aqui fica um grande abraço de parabéns e uma intimação para que apareça, qualquer que seja a maneira utilizada, pessoalmente nos almoços ou no blogue.

Bom dia OC!

Leonardo da Vinci, um dos maiores génios da história da Humanidade, pintor, escultor, engenheiro e arquitecto, nasceu há 555 anos, no dia 15 de Abril de 1452, numa pequena aldeia da Toscânia, próxima da cidade de Vinci.
Com cerca de 15 anos, foi trabalhar como aprendiz no atelier de Andrea del Verrochio, onde adquire conhecimentos que o influenciaram ao longo da sua vida. E, ainda como aprendiz, Leonardo da Vinci começa a deixar traços do seu enorme talento em algumas peças produzidas por Verrochio entre 1470 e 1475.
Em 1477 deixa o atelier de Verrochio e começa a trabalhar ao serviço de vários mecenas, o primeiro dos quais foi o Duque de Milão, Ludovico Sforza, para quem trabalhou 17 anos, entre 1982 e 1499.
Morreu no dia 2 de Maio de 1519, em Cloux, perto de Amboise, em França, país onde passou os últimos três anos da sua vida ao serviço de Francisco I.