sábado, 3 de março de 2007

O "ESTRAGA NOVELAS"


Nuno Melo !

Não, não é o ex-lider parlamentar e deputado do CDS.

É um cidadão que diz ser "actor". E o mais espantoso é que a "Globo" acreditou, e convidou-o para fazer uma novela, em que era motorista de taxi.

Tive ocasião de ver trexos dessa novela, em que o cidadão entrava, e era a vergonha do teatro nacional.

Agora "enfiaram-no" na novela da SIC, que até poderia ser boa , até porque Nicolau é um "grande".

Mas isto é demais. Será que é por cunhas, que eles entram?

Bom dia OC!…

… e um Bom Dia em especial para os OCeanos que têm o privilégio de ser ex-alunos do Colégio Militar, essa instituição fundada há 204 anos como “Colégio de Educação do Regimento de Artilharia da Corte” pelo então Coronel Teixeira Rebelo, comandante daquele Regimento.
Mudou-se para a Luz em 1814 e ganhou o nome de “Real Colégio Militar”. Esteve alguns anos em Mafra e até parece que andou por Rilhafóles (não sei se com malucos ou sem os ditos…), mas voltou para a Luz em 1873 e lá ficou até aos dias de hoje.

Desejo-vos pois um Bom Dia, cheio de evocações dos tempos que passaram no Colégio!

sexta-feira, 2 de março de 2007

Baú das Velharias

Para o fim de semana, lá vai:

1) Para entreter: serão as linhas paralelas?


(bom, isto não resulta bem aqui porque depois de fotografada e transposta, a imagem fica um pouco deformada; no papel, são rigorasamente paralelas, embora a ilusão de não serem seja completa)

2) e para considerar


Baú das Velharias

Esta é a última imagem do meu baú. Resta-me acrescentar, em consonância, "Desisto".
Tenham um bom fim de tarde.

O repórter do paredão

(Para ampliar, "clicar" na fotografia)

O repórter ... em plena faina de reportar!

CENAS DO PAREDÃO VI

Acolhendo pressurosa os reparos que o “dono” da Azarujinha havia feito respeitante à limpeza ou falta dela na praia, a Câmara logo se apressou a repor o estado de coisas para que o “dono” possa deixar passar sem exaltações de maior... ...o “dono”, aqui acompanhado por um interessado que dá indicações quanto ao andamento da operação, vai observando, sempre com elevado critério o desenrolar da acção...
...já só o “dono” da praia e o interessado olham, decerto embevecidos, a obra protagonizada pela Câmara!!
O “dono” a falar com dois elementos do choque tecnológico. Algum será o eng. Sousa??



CENAS DO PAREDÃO V


O choque tecnológico chegou !!!

E em duplicado !!

E na areia da praia !!


Baú das Velharias

Qual destas mesas é mais larga? E mais comprida?



Depois de se pronunciarem, façam favor de medir.

Bom dia OC!

Dona Amélia Rey Colaço nasceu em Lisboa no dia 2 de Março de 1898.
Sem dúvida a maior actriz portuguesa do século XX, dedicou a vida ao teatro desde que se estreou aos 19 anos no São Luís, que então se chamava Teatro da República, até à sua última representação no Cine-Teatro Crisfal de Portalegre, em 1985, onde essa grande senhora, já com 87 anos, desempenhou a figura de D. Catarina na peça de José Régio “El Rei D. Sebastião”.
Amélia Scmidt Lafourcade Rey Colaço Robles Monteiro morreu em Lisboa no dia 8 de Julho de 1990.

quinta-feira, 1 de março de 2007

Uma Cabeça II


Colégio da D. Leonilde onde o genial Fernão começou a deslumbrar a Republica Islãmica do Algarve.

OLHANENSE

Pedindo humildemente desculpas ao Fernão peço que, da próxima vez, ao evocar uma glória nacional ponha o devido emblema e não uma “borradela de pintura”, não vá o Nunes chamar a atenção...

Baú das Velharias

(Para ampliar, "clicar" na imagem)

Pegando na rubrica criada pelo Alm. Reis (o nosso), meti a mão no meu baú das velharias (que, como todos nós também tenho um) e ao acaso tirei este documento que me foi dado na EN, precisamente pelo professor que me iria ensinar a prestar contas.

E bem me serviu durante a vida.


PORQUE JÁ NÃO EMIGRO

“Durante a campanha do aborto, eu achava que era uma questão de princípio e que não podia faltar àquelas iniciativas que se passasem no Porto... estou a regressar aos poucos à minha vida activa... se calhar fui um pouco naif, porque achei que havia cargos que podia ir exercendo, sem grande falta ao bébé... isto não é dificil de perceber, porque para ir a Lisboa, preciso de alguém que fique um dia inteiro com o bébé, enquanto que para participar na Assembleia Municipal (Matosinhos), basta duas horitas é quase como ir tomar um café... se for para a Assembleia da República, não tenho direito a seis horas de amamentação, porque estou a duzentos e tal kilómetros de distância... esta situação não é de doença minha, é de acompanhamento ao meu filho e, por isso, posso ir à câmara, que é aqui ao lado da minha casa... sou um bocado voluntariosa”
Palavras de Alcídia Lopes, deputada à Assembleia da República, justificando o facto de, estando em situação de baixa por doença à dita Assembleia, ter sido apanhada a frequentar as sessões da Assembleia Municipal de Matosinhos onde aufere 72 € por cada comparência.
FINALMENTE TENHO QUEM ME REPRESENTE VOLUNTARIOSAMENTE E FALA FRANCÊS CORRECTAMENTE!

Baú das Velharias

(Para ampliar, "clicar" na imagem)
Estávamos nos tempos áureos da Direcção do Serviço de Manutenção e da criação e desenvolvimento do Sistema de Gestão de Manutenção, tão queridos dos nossos "oleosos". Tendo sido pedida a colaboração do Gabinete de Estudos da Direcção-Geral do Material Naval na análise e proposição de alternativas relativamente a este tema, alguém, recentemente chegado da NATO, em Bruxelas, resolveu adaptar a imagem acima como primeira alternativa a ser considerada.
Atenção que já se vê o fundo do meu baú!
Tenham um muito bom dia!

Bom dia OC!

Em 1 de Março de 1290, D. Dinis assinou em Leiria o documento “Scientiae thesaurus mirabilis”, criando o Estudo Geral Português, o qual obteve em 9 de Agosto desse ano a confirmação do papa Nicolau IV através da bula “De statu regni Portugaliae”.
O Estudo Geral, embora esteja na origem da Universidade de Coimbra, colocando-a entre as mais antigas Universidades, começou por funcionar em Lisboa com as faculdades de Artes, Direito Canónico (Cânones), Direito Civil (Leis) e Medicina. Passou para Coimbra em 1308, mas só lá ficou definitivamente instalado em 1537. Andou entre Coimbra e Lisboa, provavelmente ao sabor das “marés” dos nossos reis – regressou a Lisboa em 1338 com D. Afonso IV, voltou a Coimbra em 1354 com o mesmo rei, de novo em Lisboa em 1377 com D. Fernando e, finalmente, D. João III acabou com a dança em 1537.

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007

Cenas do paredão (n+1)

Estou preocupado com o que está a acontecer na "minha" praia, a Azarujinha. Vejam só o mau aspecto da dita, praticamente sem areia e cheia de calhaus e detritos de toda a espécie.

Esta fotografia foi tirada em 26 de Fevereiro. Comparem-na com uma outra tirada em 8 de Setembro do ano passado.

Não sei se esta migração da areia é sazonal e se, dentro em breve, ela voltará. Caso isso não aconteça pode-se sempre transformar a Azarujinha em viveiro de marisco, começando com este belo exemplar de sola de sapato (imagem seguinte) onde o processo de cultura já está em estado adiantado.

Baú das Velharias

(Para aumentar, "clicar" na imagem)
Para permitir a substituição das fragatas classe "Almirante Pereira da Silva", foi criado no âmbito do Grupo NATO de Auxílio Militar a Portugal e à Turquia, um grupo de trabalho especial de estudo das diversas alternativas possíveis, do qual eu fiz parte, integrando a delegação da Marinha Portuguesa, chefiada pelo então chefe da 3ª Divisão do Estado Maior da Armada, Comandante Andrade e Silva. O representante da Marinha dos Estados Unidos ofereceu-me, como lembrança da nossa participação, a imagem acima, a qual considero que merece figurar no meu Baú das Velharias.
Correspondendo à sugestão do Penico, convido os OCeanos a nacionalizarem estas ondas e começarem a fornecer as velharias dos seus baús.
Tenham um muito bom dia!

Bom dia OC!

Realmente não sei se haverá muitos “lampiões” entre os OCeanos mas, mesmo que sejam poucos, dedico-lhes o “Bom dia” de hoje, pois há 103 anos (não sei onde é que o Paiva foi buscar os 107), no dia 28 de Fevereiro de 1904, um grupo de antigos alunos da “Real Casa Pia de Lisboa”, reunidos na Farmácia Franco, em Belém (será que ainda existe?), fundou o clube Sport Lisboa, antecessor do actual Sport Lisboa e Benfica (vejam bem, com o nascimento numa farmácia, só podia dar num clube de doentes).
Desejo-lhes então um bom dia cheio de sucessos desportivos.

PS – Espero que o Silva Nunes não venha dizer que eu e Paiva “borramos a pintura” com estas invocações futebolísticas nas nossas ondas…

OLHANENSE



Advinhem quem faz hoje 103 anos no mesmo dia em que, em 1969, ocorreu em Lisboa o maior sismo do século passado. Felizmente, eu estava em Angola e sou do Olhanense.

UMA CABEÇA....



Esta inteligência, que a todos envia um grande abraço, ao fim de uns escassos oito dias consegue regressar.

terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

Baú das Velharias

(Para aumentar, "clicar" sobre a imagem)
Encorajado pelo comentário do Penico à minha última onda, aqui deixo a velharia que eu considero merecedora do 2º prémio (o 1º seria atribuido à velharia "My work is so secret..."), o Calendário dos Trabalhos Urgentes.

Tenham um muito bom fim de tarde.

DEFESA NACIONAL (V)

O "Jornal Defesa e Relações Internacionais" continua a publicar os artigos do JPN sobre as Forças Armadas. O autor prossegue o seu estudo "abordando o Sistema de Forças Nacional (SFN)". Quem estiver interessado em ler o artigo, que tem por título "As Forças Armadas e a ”Organização”. O Sistema de Forças. A Grande Referência. (I)", pode ir aqui.

Bom dia OC!

Terá sido no dia 27 de Fevereiro de 1510 que Afonso de Albuquerque conquistou Goa aos turcos chefiados por Hidalcão.
Não conseguiu consolidar essa primeira conquista da cidade, pelo que teve de a abandonar no mês de Agosto seguinte. Voltou com reforços em Novembro e Goa foi novamente tomada, só deixando de estar sob a bandeira portuguesa quatro séculos e meio depois.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

Novo blog

Caro Silva Nunes
Agradeço e aproveito para felicitar todos os já "oceanados".
Um abraço

Baú das Velharias

Aqui vos deixo mais uma preciosidade, Contrariamente às anteriores, esta não estava dentro do baú, mas permanece em cima da minha secretária, para me lembrar de tentar sempre, mais e mais denodadamente.

Tenham um muito bom dia!

Bom dia OC!

No dia 26 de Fevereiro de 1885, Portugal assinou o Acto Geral da Conferência de Berlim, em que África foi retalhada entre as potências europeias. Como não podia deixar de ser, a Inglaterra e a França são as principais beneficiárias. Mas também a Alemanha e até a Bélgica lucraram com a divisão.
Portugal é que ficou “a ver navios”. Contrariamente às nossas pretensões, o direito histórico não é aceite como critério de ocupação dos territórios africanos. O antigo reino do Congo é divido quase só entre a França e Bélgica. A Portugal apenas são reconhecidos os direitos sobre Cabinda, Molembo e Nóqui. Mais a Sul, o “Mapa cor-de-rosa” ligando Angola e Moçambique é rejeitado e de pouco servem os sacrifícios de Roberto Ivens e Hermenegildo Capelo que, em 1884 e 1885, percorreram ao longo de 14 meses os trilhos “De Angola à Contracosta”. Cinco anos depois, ainda fomos humilhados com o ultimato de 11 de Janeiro de 1890…

domingo, 25 de fevereiro de 2007

Baú das Velharias


Durante alguns anos, participei em diversas actividades do âmbito da NATO e fui collecionando imagens divertidas, que tomo a liberdade de retirar do meu baú e de vo-las apresentar.
A que está acima, relativa ao tratamento de matérias classificadas, merece o primeiro prémio.
Tenham uma muito boa tarde!

Bom dia OC!

José Joaquim Cesário Verde nasceu em Lisboa no dia 25 de Fevereiro de 1855.
Embora tenha frequentado o curso de Letras da Universidade de Lisboa, desistiu e foi trabalhar para a loja de ferragens que seu pai tinha na Rua dos Fanqueiros.
Começou a publicar poesias em jornais, tais como o Diário de Notícias e o Diário da Tarde.
Morreu prematuramente, aos 31 anos, vítima de tuberculose, no dia 19 de Julho de 1886. O seu amigo Silva Pinto reuniu as suas poesias e publicou-as em Abril de 1887 num volume com o título “O Livro de Cesário Verde”.

Aprendendo novas tecnologias


(Para rever o vídeo o "contador" tem que ir a 0000. Caso isso não aconteça automaticamente, usem o "ponteiro", puxando a bolinha para a direita)