sábado, 24 de fevereiro de 2007

Heráldica

Não quero fazer concorrência ao BR, mas acho que este símbolo heráldico também merece uma “onda”...

Cenas do paredão (n)

Há pessoas que não perdem uma ocasião para, mesmo numa tela boa, "borrarem a pintura" ... enfim, é lá com elas.

Espero não estar a fazer o mesmo assinalando alguns "borrões" no paredão, entre a Azarujinha e a Praia da Poça. O "culpado" é (será?) o senhor MAR que também parece andar assanhado lá para as bandas da Caparica e Esmoriz (e não só!).


(Para ampliar, "clicar" nas fotografias)

BAÚ DAS VELHARIAS

Algures entre 1976 e 1985, havia na Marinha o hábito de atribuir às diversas unidades e serviços os respectivos símbolos heráldicos.
Um grupo de oficiais do então Gabinete de Estudos da Ditrecção-Geral do Material Naval criou a imagem acima com o objectivo de propor a sua atrubuição à sua unidade. Ou talvez não.
Por incrivel que pareça. estava eu, no ano passado, a almoçar no Restaurante Melidense (em Melides, evidentemente) quando dou de caras com esta imagem, colada na parede.
Aqui deixo mais este exemplar tirado do meu baú.
Tenham uma muito boa tarde.

Bom dia OC!

Ernestino Augusto da Costa, o célebre actor Costinha, nasceu em Santarém no dia 24 de Fevereiro de 1891.
Estreou-se como actor profissional em 1913, na revista Quadros Vivos, primeira de inúmeras revistas, comédias, farsas e operetas em que participou ao longo da vida. No cinema, entrou em mais de uma vintena de filmes, entre os quais “A Severa”, “As Pupilas do Senhor Reitor”, “A Varanda dos Rouxinóis”, “A Morgadinha dos Canaviais” e “A Costureirinha da Sé”.
Faleceu em Lisboa no dia 24 de Janeiro de 1976.

VOLTAMOS


Here I am , with pleasure.

Grande Nunes. Que esforço fizeste para estarmos todos juntos de novo.
Felicito-te em nome da nossa união, amizade, camaradagem e, julgo que lealdade.
É bom começar de novo.
Viva o OC

A pasta da posta

Apostei que já tinha postado, mas devo ter composto mal a postagem, porque a suposta ou estava descomposta ou se descompôs pelo caminho.
Reposta a posta, aguardemos a resposta...

Mudança

Fiz as malas e espero ter mudado. É preciso ter muita fé para acreditar nestas maravilhas da técnica....

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007

Vida nova


Já cá estou! Acabaram-se as complicações. Acho que o editor-chefe deveria fazer um post final no outro blog, encaminhando os visitantes para este novo blog.


Ainda as alterações no Apoio Social aos Militares e suas Famílias

Com a devida vénia, sugiro irem ler o “post” publicado hoje no blog d'A voz da Abita (com link a partir do nosso) sob o título acima.

BAÚ DAS VELHARIAS

("Clicar" na imagem para aumentar)
Continuando as minhas arrumações, encontrei esta acção da Cooperativa Militar, em meu nome, no valor de 100$00.
Sabem se por acaso o IASFA terá lançado alguma OPA e qual o preço oferecido?.
Tenham uma muito boa tarde.

É uma especie de experiência

Vamos ver se eu também sou tão esperto como o D. Pedro.

UF...CONSEGUI !!!

Confesso que não percebo nada de informática. Nesse aspecto sou um curioso. Mas depois de ter recebido o convite do LSN, consegui inscrever-me. No entanto se quiserem mandar-me e-mails prefiro que me mandem para o meu endereço habitual.

Agora é que ela se foi ...

... espero que não definitivamente. Ela, é a praia da Azarujinha.



Vejam a finíssima areia que ficou para amostra.

(Para ampliar, "clicar" nas fotografias)

Escala de BR

Então aqui vai uma 2ª via da famosa escala.

Salvo melhor opinião, creio que para dar uma certa pertinencia e seriedade a este Blog, deveria haver de qualquer forma um crivo que fosse julgando e avaliando as colaborações.
Assim proponho uma escala de 1 a 9 para classificar os Posts e Comentários. Essa escala desde já denominada EBR (escala de Beirão Reis) teria os seguintes graus:

1 Papel higiénico usado
2 Infeliz
3 Sem interesse
4 Provocatória
5 Sólida
6 Pertinente
7 Séria
8 Revelando intelectualidade
9 Com pretensões a ser publicado como artigo nos Anais do CMN

( o Orlando Temes d'Oliveira está fora deste critério uma vez que apanhará sempre 6 ou 7 )

Tenham Maneiras !!

Sou citadino e nunca tive problemas de maior em deslocar-me a qualquer estabelecimento de saúde, estatal ou particular. Há-os em fartura na minha terra e os transportes públicos, privados, táxis, etc. existem para quem os queira e possa usar.
No entanto penso que um reformado, rural ou não, que viva num obscuro lugar neste País deserdado da sorte e que tenha que recorrer a uma urgência se verá perante o dilema de ou chamar um táxi ou aguentar, que pode ser que o Todo Misericordioso tenha piedade e lhe cure as maleitas ...
Será que a quem decide e bem, estou em crer, lhe terá passado pela cabeça ver-se numa situação semelhante e pensar : "Tenho que ir sei lá para onde, pagar uma pipa de massa de táxi. Mas ainda bem que fecharam as urgências aqui à beira porque assim podemos cumprir o défice..."

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2007

A ONDA PULA E AVANÇA


Vamos iniciar a II série de “Ondas” e de Comentários no nosso Blogue. Com o mesmo interesse, com o mesmo entusiasmo, com o mesmo espírito, senão maiores, como todos desejamos.
A I série fica como arquivo de tudo aquilo que nós entendemos por bem lá pôr, ao longo de cerca de 1 ano e 4 meses: ideias, informações, recordações, polémicas, saudades e sobretudo amizade.
A razão de ser desta operação já foi explicada pelo LSN, em “Onda”, naquela I série.
O trabalho de transposição, que não foi possível fazer de forma automática, deve-se integralmente ao Jota e ao LSN (que saberão repartir entre eles as respectivas quotas partes). Para eles, o nosso agradecimento e o meu abraço.
Sucesso e longa vida para esta nova arrancada é o desejo em que todos os Oceanos, estou certo, me acompanham.